PlayStation 3 derruba lucros da Sony

A Sony registrou uma queda de 15% no lucro operacional no terceiro trimestre de seu ano fiscal, anunciado nesta terça-feira, depois que o grande prejuízo da divisão de videogames ofuscou vendas robustas de televisores de tela plana. Mas a empresa elevou sua projeção anual para mais perto das expectativas de mercado. No período de outubro a dezembro, o lucro operacional ficou em 178,91 bilhões de ienes, abaixo dos 210,35 bilhões de ienes no mesmo período do ano anterior. O lucro líquido caiu 5,3% para 159,92 bilhões de ienes, enquanto as vendas subiram 9,8% para o recorde de 2,61 trilhões de ienes. A Sony, que disputa com a Samsung Electronics e a Sharp a liderança nos televisores com telas de cristal líquido (LCD), um mercado de US$ 63 bilhões, atraiu forte demanda por sua linha Bravia de TVs de tela plana, bem como por suas câmeras digitais CyberShot. Mas os ganhos da divisão de eletrônicos, o carro-chefe da empresa, foram cancelados pelo pesado prejuízo da divisão de videogames, que sofreu devido ao elevado custo de introdução do console PlayStation 3 (PS3) e à demanda lenta pelo sistema portátil de videogames PSP. O drive óptico de alta definição Blu-ray e as demais tecnologias de ponta usadas no PS3 elevaram os custos de produção da máquina, o que levou alguns analistas a prever que isso poderia prejudicar os lucros da Sony por anos. A Sony no momento sofre prejuízo com cada unidade vendida do PS3.

Agencia Estado,

30 Janeiro 2007 | 11h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.