Polícia identifica suspeito de matar jovem com jet ski

O delegado assistente do município do litoral paulista do Guarujá, Luiz Ricardo Lara Dias Junior, disse hoje que o condutor do jet ski que atropelou o estudante Denis Vieira da Silva vai se apresentar à polícia assim que terminar o período das festas de fim de ano. "Ele já foi notificado e identificado e se dispôs a vir à delegacia, mas até por conta de compromissos do seu advogado, virá apenas na semana que vem", disse. Morador da zona leste de São Paulo, o estudante morreu na segunda-feira após acidente entre dois jet skis na praia da Enseada, no Guarujá. Ele pilotava uma das embarcações na área próxima ao Canto do Tortuga. Os dois jet skis pertenciam a Clayton Álvares, mas não era ele quem pilotava o outro equipamento. O delegado afirmou que de acordo com os depoimentos colhidos, a morte foi resultado de um acidente e até agora não há nenhum indício de que tenha havido um crime doloso (com a intenção de matar). "O outro condutor estava no enterro do Denis, eles eram colegas e informalmente ele disse que não fugiu, apenas que ficou abalado com o acidente e foi levado para casa pelos amigos", afirmou o delegado.

REJANE LIMA, Agencia Estado

31 Dezembro 2008 | 18h49

Mais conteúdo sobre:
acidente jet ski estudante Guarujá SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.