Polícia ouvirá equipe médica que operou modelo em GO

O cirurgião plástico Rogério Morale de Oliveira deve prestar depoimento à polícia de Goiás na manhã da sexta-feira (07). Ele fez a cirurgia de implante mamário de silicone da modelo Louanna Adrielle Castro Silva, de 24 anos, que morreu horas depois.

RUBENS SANTOS, ESPECIAL PARA A AGÊNCIA ESTADO, Agência Estado

05 Dezembro 2012 | 19h04

A delegada Mirian Aparecida Borges de Oliveira, titular do 13º Distrito Policial de Goiânia, que investiga o caso, informou que o médico foi intimado. Ela também ouvirá a equipe que atuou com o profissional.

A modelo morreu no último sábado (01), após duas paradas cardíacas. O corpo foi enterrado no domingo (02), em Jataí, a 322 quilômetros da capital goiana.

Em nota à imprensa, o cirurgião negou "negligência ou imperícia". Ele declarou que o procedimento cirúrgico "foi realizado de acordo com as normas técnicas adequadas e com assistência de profissionais anestesistas e centro cirúrgico equipado do Hospital Buriti".

Mais conteúdo sobre:
modelo morte silicone GO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.