1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine


Polícia prende acusada de matar filhas gêmeas

THAISE CONSTANCIO - Agência Estado

20 Março 2014 | 13h 01

Condenada pela morte das filhas gêmeas de oito meses em setembro de 2006, Maria Elizete de Jesus, de 32 anos, foi presa na terça-feira, 18, em Brasília, por policiais da 66ª DP de Magé, que contaram com apoio de agentes do DF.

Maria ficou presa até 2007, quando foi beneficiada com uma ordem judicial para esperar o julgamento em liberdade, fugiu e não foi mais localizada. Os policiais tiveram ajuda do atual companheiro para encontrar Maria. Em Brasília, ela trabalhava como empregada doméstica no bairro Varjão, em uma área nobre da capital federal.

O mandado de prisão foi expedido pelo 3º Tribunal do Júri da Comarca da Capital. Na época, Maria deu mamadeira com chumbinho para as filhas. Ela alegou que queria se vingar do marido, que a abandonou durante a gestação. Ela foi condenada a 28 anos de prisão. De acordo com os policiais, ela teria colocado a culpa na babá das meninas.