Fernando Sciarra/Estadão
Fernando Sciarra/Estadão

Por que Curitiba tem tanta cerveja

Curitiba: duas das cervejas mais festejadas do País - Petroleum e Cacau IPA - nasceram lá. A melhor cervejaria do Brasil segundo o Ratebeer - Bodebrown - é lá. E se você for a uma loja em São Paulo e comprar um rótulo de cada cervejaria curitibana sairá com 12 boas cervejas - provadas aqui em degustação da qual participaram Ronaldo Rossi, da Cervejoteca, e Luis Nascimento, da Sinnatrah.

Heloisa Lupinacci, O Estado de S.Paulo

27 Fevereiro 2014 | 02h14

Por que Curitiba tem tanta cerveja boa? As respostas são muitas (venho perguntando isso a todo mundo que encontro). Mas há dois fatores - ou duas pessoas - que estão em todas elas.

Um: Samuel Cavalcanti, da Bodebrown (leia na pág. 4), quartel-general da revolução cervejeira, polo de formação de cervejeiros caseiros.

Dois: Ronaldo Pinto Flor, da Gaudenbier, que percebeu que havia cervejeiros caseiros com boas receitas, mas sem registro e condições de montar uma fábrica e adotou esses caras. Hoje produz a todo vapor rótulos da DUM, da Cia. Morada Etílica e da F#%&ing, criou a Pagan (ênfase no segundo a) e começa, em breve, a produzir a Tormenta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.