Portabilidade do número começará em setembro

A oferta comercial da portabilidade numérica deve começar mesmo em 1º. de setembro, segundo fonte da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Esta semana um grupo de operadoras de telefonia formado pela Brasil Telecom, CTBC, Oi, Sercomtel, Telefônica, Tim e Vivo apresentou um pedido de adiamento no cronograma. Leia a reportagem completa no caderno Economia & Negócios desta sexta-feira no Estado. O presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg, já havia dito no começo do mês que a portabilidade não seria adiada mesmo com a pressão das operadoras. Portabilidade numérica é o nome técnico da troca de operadora – tanto fixa quanto de celular – mantendo o mesmo número. Pelas regras brasileiras, os clientes só poderão continuar com o número de telefone dentro no mesmo DDD. Uma pessoa de Campinas, por exemplo, que tem DDD 19, não pode trocar de operadora para utilizar seu mesmo número em São Paulo, com o código 11. Também não será possível utilizar o número fixo no celular, como acontece em alguns países. A portabilidade entrará em vigor aos poucos em cada região. As cidades com DDD 14 (SP), 17 (SP), 27 (ES), 37 (MG), 43 (PR), 62 (GO), 67 (MS) e 86 (PI) serão as primeiras a adotar nova medida no início de setembro. A Grande SP será uma das últimas áreas a receber a portabilidade, apenas em março de 2009. Confira o cronograma completo aqui. Saiba mais sobre as regras da portabilidade no sites da Anatel (clique aqui e aqui), Teleco e Wikipédia.

22 Agosto 2008 | 00h00

Mais conteúdo sobre:
celular

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.