Prato do dia

Receita testada pela editora do 'Paladar', Patrícia Ferraz

Patrícia Ferraz, O Estado de S.Paulo

11 Setembro 2014 | 02h07

Aproveitando o espírito da matéria de capa desta edição, o prato do dia é exemplo de reaproveitamento. É um arroz de carreteiro preparado com sobras de churrasco - um clássico em Porto Alegre. Churrasco é prato de domingo na capital gaúcha, mas o carreteiro de churrasco não tem dia fixo. Tem gente que faz no domingo à noite, outros guardam a carne na geladeira para usar durante a semana. Aprendi a prepará-lo com d. Tereza, minha sogra - ela não é lá muito de medidas exatas, faz tudo a olho, e foi assim que me ensinou e é assim que faço. Calculei medidas, por minha conta, para publicar. Dá para aproveitar as sobras de qualquer carne - depois de tirar a gordura, para não ter ranço. Só que carreteiro de churrasco tem um porém: não leva linguiça. Nem coração de galinha.

1 Retire a gordura das sobras de carne de churrasco e corte-as em cubinhos bem pequenos (3 mm mais ou menos).

2 Pique a cebola e os tomates (com pele, mas sem as sementes) em cubinhos, separadamente. Pique as ervas frescas.

3Numa caçarola funda, refogue a cebola no azeite, até dourar. Junte a cebolinha. Ponha os cubos de carne, mexa até aquecer. Junte o tomate, a salsinha e o manjericão. Misture.

4 Junte o arroz, mexa bem e deixe refogar uns dois minutos. Ponha o purê de tomate, mexa mais um pouco e ponha a água fervendo. Cozinhe até o arroz estar macio.

5 Sirva em uma travessa comum ou em pratos individuais. Se quiser, decore com mais salsinha e acompanhe com parmesão ralado.

Para este prato recomendo o vinho húngaro Gere Attila Portugieser (R$ 64,48, na decanter.com.br), que não tem muito corpo e é bastante gastronômico. Também funcionam o Inama Carmenère Più (R$ 121,81, na mistral.com.br) do Vêneto e o brasileiro Fulvia Pinot Noir do produtor Marco Danielle (R$ 120, em tormentas.com.br)

patricia.ferraz@estadao.com

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.