Priorato cheio de peculiaridades

O número de enólogas vem aumentando no mundo. Este vinho Nita 2007, trazido pela importadora CultVinho (tel. 5051-3650), especializada em espanhóis, é produto do trabalho de uma delas, Meritxell Pallejà. Ela tem sólida formação, trabalhou com o "inventor do Priorato", Alvaro Palacios, produtor do célebre, caro e raro L"Ermita. Inova fazendo um Priorato sem passagem por madeira. Biodinâmica radical, observa as fases da lua e a agricultura natural. Tudo isso seria apenas curioso, se o vinho não fosse bom. Mas é. Tem o DNA da região, muita mineralidade e potência, a presença rústica da Cariñena em contraponto perfeito com a oleosidade da Garnacha, elegante o suficiente para compensar os 14,3% de álcool (R$ 119).

O Estado de S.Paulo

21 Janeiro 2010 | 01h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.