JF Diório/Estadão
JF Diório/Estadão

Procurador Geral da República Dominicana denuncia trama contra investigações da Odebrecht no país

Segundo ele, haveria um grupo de pessoas tentando prejudicar as investigações

O Estado de S.Paulo

21 Março 2017 | 02h53

SANTO DOMINGO - O Procurador Geral da República Dominicana, Jean Alain Rodríguez, denunciou na segunda-feira, 20, um complô de políticos e empresários para dificultar as investigações do escândalo de subornos da construtora Odebrecht. 

Segundo ele, órgãos de segurança teriam encontrado uma trama para difundir informações falsas nas redes sociais e nos meios digitais. "Ninguém vai deter a investigação que o Ministério Público desenvolve sobre os subornos que a Odebrecht confessou que pagou em nosso país", afirmou, ressaltando que não será "amedrontado". 

A procuradoria confirmou, também na segunda, que citará nesta semana legisladores supostamente relacionados com os financiamentos e projetos da construtora no país. "A prioridade é que os corruptos vão para a prisão", afirmou. 

Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empresa, confessou em dezembro de 2016 que a empresa pagou US$ 788 milhões para obter contratos de obras públicas em 12 países da América Latina, sendo Us$ 92 milhões na República Dominicana. / AFP

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.