1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Receita da Best Buy fica abaixo de previsões conforme consumidores compram online

REUTERS

26 Agosto 2014 | 09h 43

Vendas de dispositivos eletrônicos como TVs, computadores e notebooks caíram 2,5% no último trimestre

A Best Buy, maior varejista especializada em dispositivos eletrônicos dos Estados Unidos, divulgou receita trimestral menor que a esperada pelo terceiro trimestre consecutivo, citando uma queda no número de clientes em suas lojas à medida que mais pessoas fazem compras online.

A Best Buy disse também que espera que as margens operacionais continuem sob pressão devido a vendas maiores de itens com margens inferiores, à continuação da fraqueza no setor e descontos maiores no Canadá e na China.

"... as vendas no setor continuam caindo em muitas das categorias de dispositivos eletrônicos nas quais competimos", disse o vice-presidente financeiro, Shareon McCollam, em comunicado.

As vendas de dispositivos eletrônicos como TVs, computadores de mesa e notebooks caíram 2,5 por cento em todo o setor no trimestre, disse a companhia, citando o Serviço de Acompanhamento Semanal do NPD Group.

A companhia disse ainda que espera uma continuação da fraqueza nas vendas de telefones móveis antes do lançamento de novos modelos.

A Apple deve lançar seu mais novo iPhone no mês que vem.

A receita da Best Buy caiu 4 por cento para 8,89 bilhões de dólares no segundo trimestre encerrado em 2 de agosto. Analistas esperavam, em média, 8,99 bilhões de dólares, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

As vendas em mesmas lojas caíram 2,7 por cento, com as vendas em mesmas lojas nos EUA recuando 2 por cento.

O lucro líquido atribuível aos acionistas caiu para 146 milhões de dólares, ou 0,42 dólar por ação, ante 266 milhões de dólares, ou 0,77 dólar por papel, um ano antes.

O lucro no ano anterior incluiu um ganho de 229 milhões de dólares provenientes de acordos jurídicos.

(Por Sruthi Ramakrishnan)