Rodovia SC-401 é liberada parcialmente em SC

Caso região volte a apresentar perigo, interdição será feita novamente

Tomás Okuda, Agência Estado

07 Dezembro 2008 | 14h33

A rodovia SC-401, que estava interditada no quilômetro 14 desde 26 de novembro por causa de deslizamento provocado pelas fortes chuvas em Santa Catarina, está com liberação monitorada em meia pista autorizada a partir deste domingo, 7. A rodovia é a principal via de acesso entre o centro de Florianópolis e o litoral norte da capital. A liberação foi autorizada na manhã deste domingo pelo governador Luiz Henrique (PMDB), após reunião com o prefeito da capital em exercício, Bita Pereira, e com técnicos do Departamento Estadual de Infra-estrutura (Deinfra). Veja também: Sobe para 13 casos confirmados de leptospirose em SC Governo zera IPI de produtos doados a Santa Catarina Marinha começa reabertura do Porto de Itajaí, em SC Saiba como ajudar as vítimas das chuvas IML divulga lista de vítimas identificadas Repórteres relatam deslizamento em Ilhota  Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas       O acesso foi liberado a partir das 11 horas com o objetivo de minimizar os problemas de fluxo de trânsito nas imediações da capital, informou a Secretaria de Estado de Comunicação. A Polícia Rodoviária Estadual irá monitorar o local e, caso as condições voltem a apresentar perigo, a estrada será interditada novamente. A Secretaria Regional da Grande Florianópolis, Deinfra e Polícia Rodoviária Estadual continuam no local para limpeza e obras, até que a via seja totalmente liberada. Conforme dados da Defesa Civil atualizados no início da tarde de hoje, o Estado tem 5.710 desabrigados e 27.236 desalojados. Até o momento, as enchentes em Santa Catarina provocaram 122 mortes. Segundo a Defesa Civil, 29 pessoas continuam desaparecidas.

Mais conteúdo sobre:
Santa Catarina liberação rodovia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.