Romance no Second Life acaba em tentativa de seqüestro

Inconformada com o fim do relacionamento virtual, mulher invade casa de ex-namorado

Da redação, estadao.com.br

26 Agosto 2008 | 15h39

Uma mulher da cidade de Durham, na Carolina do Norte, Estados Unidos, dirigiu centenas de quilômetros até o Estado de Delaware e, por vários dias, se fez passar por uma funcionária do correio. Segundo informou a polícia do condado de New Castle ao canal de TV CBS 3, tudo foi parte de um plano de seqüestro malsucedido. A vítima era um ex-namorado que a acusada teria conhecido no Second Life (SL).   Kimberly Jernigan e a vítima, um homem de 52 anos e morador da cidade de Claymont, iniciaram um namoro virtual logo depois de se conhecerem no SL. Segundo a polícia, o primeiro encontro deles na vida real aconteceu há alguns meses. Entretanto, o homem terminou tudo pouco depois.   No começo do mês, inconformada com o fim do namoro, Kimberly tentou seqüestrar o ex, ameaçando-o com uma arma quando ele saía do trabalho, na Pensilvânia, mas não conseguiu.   Duas semanas depois, Kimberly foi para Delaware para descobrir o novo endereço do ex. Disfarçada como funcionária do correio, ela fez várias buscas até encontrar o apartamento do ex, na cidade de Claymont.   Na tarde de quinta-feira, a acusada voltou ao prédio acompanhada de Gogi, seu cachorro de estimação. Como a vítima estava fora, Kimberly invadiu o apartamento pela janela do quarto. Para evitar que o cão fizesse mais barulho, Kimberly amarrou a boca do animal com fita adesiva e o trancou no banheiro.   Segundo a polícia, ao chegar, o homem percebeu alguém apontando um objeto contra ele e viu um ponto de luz no seu peito. Ele escapou e ligou para a polícia.   Kimberly fugiu do local, deixando para trás uma pistola elétrica, uma pistola de ar comprimido, algemas, rolos de fita adesiva e Gogi trancado no banheiro.   A polícia alertou outras unidades e, uma hora após o incidente, patrulheiros de Maryland localizaram o carro de Kimberly em um posto da rodovia I-95.   Kimberly foi presa e será acusada formalmente por tentativa de seqüestro, arrombamento e ameaça à mão armada. O ex-namorado e Gogi passam bem.     MetaNews   O Second Life ganhou versão brasileira em abril de 2007, distribuída no País pela Kaizen Games e pelo iG. Desde o final de junho, o Grupo Estado também edita o MetaNews no mundo virtual. Atualizado de forma dinâmica, traz notícias sobre o mundo virtual e dicas de lugares interessantes, eventos e agenda cultural.   O MetaNews é distribuído nas coordenadas MLBR Copacabana 3 (164, 150, 23). Clique aqui para teleportar e pegar um exemplar.   Se você ainda não tem o Second Life instalado, faça o download do programa agora. Clique aqui e baixe gratuitamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.