Sátira de Second Life recebe uma ´não-advertência´ jurídica

Nos últimos dias o blogueiro canadense Darren Barefoot começou a atrair bastante atenção com o site GetAFirstLife, uma sátira ao jogo Second Life, um mundo virtual onde as pessoas navegam por ambientes 3D e participam de eventos, compram e vendem itens. A paródia de Barefoot, na verdade uma página estática, imita o visual do site oficial do jogo, usando frases como "First Life é um mundo analógico 3D onde não existe lag em servidores", onde lag é o termo usado para o atraso no processamento dentro do game Second Life, e que se traduz em gargalos na comunicação ou no movimento dos avatares (nome dado às personificações dos jogadores no game). Por vender camisetas com uma versão modificada do logotipo do Second Life, era de se esperar uma resposta típica de advogados, então Barefoot até disponibilizou um link no site, onde advogados poderiam submeter mensagens com avisos do tipo ´cease-and-desist´ (pare e desista), tipo de aviso legal anterior a um processo onde o usuário é convidado e retirar materiais do ar. Ele acabou recebendo uma mensagem no caso de Ginsu Yoon, advogado da Linden Labs(responsável pelo jogo Second Life), mas afirmando que ´rejeitava o convite para enviar uma advertência legal.´ A mensagem de Yoon dizia, entre outras coisas, "que a Linden Labs era contra qualquer sugestão de que ela utilizaria advogados incapazes de distinguir paródias tão óbvias. A empresa é conhecida pela elevada exigência nas contratações, o que inclui requisitos como senso de humor, e seus advogados não são uma exceção." A empresa ainda deu ao blogueiro uma licença ´não-exclusiva, intransferível, ilicenciável, revogável e limitada´ para usar o logotipo modificado nas camisetas que vende. Barefoot, espantado com a repercussão da página montada, que teve destaque até no site da BBC, ficou surpreso com o senso de humor da empresa e destacou, em seu blog, que não é que não goste do jogo, mas apenas quis criticar a atenção exagerada que o game tem recebido da mídia.

Agencia Estado,

25 Janeiro 2007 | 11h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.