Second Life chega a 2 milhões de usuários

A Linden Labs, empresa responsável pelo mundo virtual Second Life anunciou nesta quinta que o jogo interativo 3D chegou ao 2º milhão de usuários, menos de dois meses depois de ter atingido a marca de 1 milhão de contas. Contudo, nem todos se tornam usuários ativos, já que muitas pessoas apenas entram no game multiplayer por curiosidade, para conhecer a sua interface e experimentar um passeio nos cenários 3D. Isso acontece em grande parte porque o jogo é gratuito. Os usuários só pagam para comprar itens ou propriedades dentro do universo virtual do game. Second Life, no entanto, está se consolidando como um novo fenômeno de mídia, atraindo a atenção de empresas - inclusive brasileiras - que montam versões virtuais de agências e escritórios para investigar este novo meio. Entre as empresas que entraram recentemente para o clube estão a gigante da informática IBM e a fabricante de automóveis Volkswagen, além de agências como a brasileira Ginga, de publicidade, e a agência de notícias Reuters. Mas mesmo a Linden Labs não sabe dizer ao certo o número de usuários regulares do game. Estimativas dão conta de que este número oscila entre 200 mil e 600 mil usuários. O interesse em torno do game pode viabilizar a abertura de uma ´versão brasileira´ de Second Life, que o portal iG promete lançar em breve no País.

Agencia Estado,

15 Dezembro 2006 | 10h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.