Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Geral » Sem empolgação, Curitiba aguarda estreia da seleção

Estadão

Estadão

Copa 2014

Sem empolgação, Curitiba aguarda estreia da seleção

Quando Curitiba foi anunciada como cidade sede da Copa do Mundo pouco mais de 50 pessoas enfrentaram a chuva e o frio e estavam no Parque Barigui para festejar a escolha da cidade. A um dia da estreia do Brasil na Copa do Mundo contra a Croácia, o frio, a chuva e o pouco interesse ainda parecem predominar sobre a cidade. Com uma tímida reação do mercado por conta das vendas de bandeiras para carros e camisas da seleção, a capital paranaense chega à Copa como resultado do pouco interesse dos governos estadual e municipal em divulgar o evento e contagiar a população, tradicionalmente fria em eventos populares.

0

JULIO CESAR LIMA, ESPECIAL PARA A AE,
Agência Estado

11 Junho 2014 | 18h50

Horas antes do Brasil entrar em campo, porém, estão previstos dois protestos marcados pelas redes sociais. O primeiro deve acontecer na Vila Barigui, no final da manhã, por causa das enchentes que destruíram casas na região, localizada próxima ao Parque Barigui; já na Praça Santos Andrade está sendo marcada uma manifestação por alunos da Universidade Federal do Paraná contra a Copa do Mundo, cuja concentração está marcada para as 14 horas.

Para a população poder acompanhar o jogo da seleção a cidade terá uma Fanfest, na recém reaberta Pedreira Paulo Leminski, promovida por uma parceria entre a Prefeitura de Curitiba e a RPC-TV/Globo que levará atrações musicais durante o dia, sendo a principal desta quinta-feira o sambista Dudu Nobre. São esperadas cerca de 20 mil pessoas.

Pela cidade, a população não está muito empolgada. "Nosso time carece de uma liderança, alguém que conduza o time, não está dando certo", disse de forma pessimista o web designer Will Ferreira.

Nos shoppings populares o volume de vendas tem sido grande. Com camisas do Brasil vendidas entre R$ 25 e R$ 60 tem sido possível comercializar até 40 peças por dia, "mas somente agora, com a proximidade do jogo", contou Marcela Jesus, dona de uma barraca na área central.

Como não será feriado na cidade, apenas ponto facultativo nas repartições públicas, a Associação Comercial não deu orientações padrões para o funcionamento das lojas. "Cada lojista vai determinar o seu horário", informou a assessoria da entidade. Na cidade estão previstas festas em locais específicos, como o Madero Sports, que transmitirá seu primeiro jogo após a inauguração, nesta semana. Já o bar 92 Graus vai promover um futebol movido a rock, com apresentação de bandas curitibanas durante toda a noite.

Mais conteúdo sobre: