Sem investimentos, malária volta a preocupar a Grécia

A falta de recursos para a saúde fez a malária ressurgir na Grécia. A doença era endêmica no país até os anos 1970, quando foi eliminada. Neste ano, porém, já foram registrado quase 80 casos. Somente 5 das mais de 20 regiões do país mantiveram em 2012 os programas de combate ao mosquito.

O Estado de S.Paulo

03 Dezembro 2012 | 02h04

Por causa da volta da doença, a entidade Médicos Sem Fronteiras acabou lançando uma operação de tratamento equivalente à realizada na África.

"Deixar um país europeu voltar a ter casos de malária é um sintoma muito grave da crise", declarou o diretor de operações dos Médicos Sem Fronteiras, Apostolos Veizis. / J.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.