Serviço de mensagens Meebo recebe aporte de US$ 9 milhões

A Meebo, que permite aos usuários usar simultaneamente os quatro mais populares serviços de mensagens instantâneas da Web, obteve novo capital de duas das maiores empresas especializadas em apoiar projetos iniciantes de internet no Vale do Silício. A Draper Fisher Jurvetson (DFJ) --que forneceu capital para o Hotmail e a Skype-- e a Sequoia Capital --uma das primeiras investidoras no Yahoo, Google e YouTube-- fecharam acordo para investir US$ 9 milhões em uma segunda rodada de injeção de capital na Meebo. A empresa duplicou para 1 milhão seu número de usuários registrados nos últimos três meses. O site, criado por três universitários recém-formados um ano e meio atrás, agora emprega 12 pessoas. O serviço combina os contatos dos serviços de mensagem instantânea do Yahoo, America Online, Microsoft e Google em uma lista unificada. Tudo funciona via Internet e não é necessário download de diversos softwares para se usar o serviço. Sua popularidade vem crescendo entre os jovens, muitos dos quais usam a Meebo.com como maneira conveniente de superar restrições técnicas ao uso de mensagens instantâneas em redes privadas montadas em escolas e escritórios, por exemplo. Uma vez que sistema funciona pela Internet, os administradores de redes empresariais vêem menos problemas do que no caso dos programas tradicionais que exigem instalação. "Trata-se do mesmo tipo de fenômeno que vimos no Hotmail, e a mesma coisa que vimos na Skype", disse Tim Draper, fundador e diretor executivo da DFJ, sobre o potencial de crescimento da Meebo. A DFJ investiu US$ 6,5 milhões e a Sequoia US$ 2,5 milhões na mais recente injeção de capital, que veio se somar aos US$ 3,5 milhões em investimento inicial da Sequoia. Com isso, o total investido na empresa é de US$ 12,5 milhões. Draper fará parte do conselho da empresa, depois do investimento. Cerca de 30% dos usuários da Meebo estão nos Estados Unidos e 70% em outros países, com Brasil e Índia ocupando o segundo e o terceiro postos em termos de número de usuários, e China e Reino Unido disputando palmo a palmo o quarto lugar. Além do Meebo, existem outros softwares como o popular Trillian, programa que precisa ser baixado e instalado na máquina do usuário e que é compatível com várias redes de mensagens instantâneas.

Agencia Estado,

18 Janeiro 2007 | 15h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.