Sony lança LCD TV de alta definição com 52 polegadas

A Sony lançou no Brasil uma nova linha de LCD TVs de alta definição. Com modelos com 52 polegadas, as chamadas LCD FULL HD, da linha Bravia, trazem resolução de 1920 x 1080 linhas. Segundo a empresa, os modelos já estão preparados para o sistema de TV digital, que entra em vigor no Brasil a partir do ano que vem. O produto incorpora as vantagens da tecnologia LCD em TVs de tela plana como a leveza do equipamento, o menor consumo de energia e um ângulo de visualização de 178º (imagem fica nítida nas laterais) superior ao da tecnologia concorrente, o plasma. Mas todas estas vantagens geram um preço salgado para o consumidor brasileiro. Se um plasma de alta definição (a Sony abandonou a tecnologia) pode ser encontrado por menos de R$ 15 mil, as LCD FULL HD custarão R$ 40 mil. Tecnologia Em termos de imagem, o principal destaque do novo televisor de 52 polegadas é o recurso ?Bravia Engine Pro Full Digital Vídeo Processor?, uma tecnologia da Sony que melhora a nitidez das imagens em movimento e aumenta o nível das cores verde, azul e branco. Além disso, este sistema reduz o nível de ruído pixel por pixel em toda a tela, inclusive no contorno das legendas, além de também ampliar o nível de contraste e reduzir a oscilação de ponto e sobreposição de cores. De acordo com William Lima, gerente da linha de televisores da Sony Brasil, este lançamento é sinônimo de imagem com alto nível de detalhes e cores mais intensas. ?Para isso, disponibilizamos o sistema ?Live Color Creation?, que traz cores mais vibrantes em todas as cenas. Sem dúvida, a Bravia de 52 polegadas é o que há de melhor no setor atualmente?, complementa o executivo. A nova TV Bravia traz tempo de resposta de 8 ms, entradas VGA, 3 conexões HDMI, 2 Vídeo-Componente, 1 S-Vídeo e 3 AV e saídas para fone de ouvido e de áudio. No Brasil, a empresa também vende um modelo de dimensões menores, com 46 polegadas, por R$ 9.999,00.

Agencia Estado,

15 Dezembro 2006 | 11h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.