1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

SP tem rodízio estendido e bloqueios na Vila Madalena contra caos em dia de jogo

Adriana Ferraz e Fabiana Cambricoli - O Estado de S. Paulo

22 Junho 2014 | 21h 20

Restrição na segunda-feira, 23, no centro expandido será das 7h às 20h para veículos com placas de final 1 e 2; além da Radial Leste que terá trecho fechado a partir das 7h, vias da região central serão interditadas às 11h e da zona oeste, às 13h

Apesar das medidas anunciadas pela Prefeitura para tentar evitar um novo caos na cidade de São Paulo nesta segunda-feira, 23, a realização da partida entre Holanda e Chile na Arena Corinthians, às 13h, e o jogo da seleção brasileira contra Camarões, às 17h, em Brasília, deverão provocar congestionamentos no início da tarde.

Na última terça-feira, quando o Brasil enfrentou o México em Fortaleza, a capital paulista registrou 302 km de lentidão, às 15h, quando os paulistanos tentavam chegar em casa depois de serem dispensados mais cedo do trabalho.

Sem conseguir aprovar na Câmara sua proposta de feriado para segunda, o prefeito Fernando Haddad (PT) ampliou o horário do rodízio de carros e das faixas exclusivas de ônibus, declarou ponto facultativo para o funcionalismo público, mas não conseguiu convencer a maioria das associações de empresas e comércio a dispensarem seus funcionários de forma escalonada. Com isso, o horário de pico no trânsito deve começar às 12h30, quando a maioria das empresas vai encerrar o expediente.

Se o fluxo de carros concentrado em um mesmo horário já é suficiente para causar filas, interdições em três importantes regiões da cidade deverão deixar a situação ainda pior.

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), haverá bloqueios na Radial Leste, pela proximidade com o estádio; no centro da cidade, onde é realizada a Fan Fest; e também na Vila Madalena, região da zona oeste da cidade que mais tem recebido turistas e torcedores nos horários de jogos.

A Radial Leste terá um trecho fechado desde as 7h até as 17h, o que complicará o trânsito para quem mora na zona leste. O bloqueio tem início na altura do Túnel Águia de Haia, no sentido bairro, e inclui outras vias da região, como a Avenida Itaquera.

Assim como nos outros dias de jogos em São Paulo, a recomendação da Prefeitura é que os torcedores utilizem a Linha 3-Vermelha do Metrô ou os trens do Expresso da Copa, da CPTM, para chegar ao estádio.

No centro da cidade, os bloqueios começam às 11h e vão até as 21h. Várias vias no entorno do Vale do Anhangabaú, onde os jogos são transmitidos, ficarão interditadas, entre elas as Ruas Xavier de Toledo e Sete de Abril e o Viaduto do Chá.

Reduto da torcida. Na Vila Madalena, a CET definiu um perímetro de bloqueio delimitado por nove cruzamentos. A ideia é garantir a segurança dos pedestres, já que, nos últimos dias, os bares e, principalmente, as ruas do bairro têm sido tomados por turistas e torcedores.

Os bloqueios começam às 13h e incluem ruas importantes da região, como Mourato Coelho, Girassol, Aspicuelta, Inácio Pereira da Rocha e Fradique Coutinho. Apenas motoristas que comprovarem morar nas ruas afetadas serão autorizados pela CET a trafegar nas vias que ficam dentro desse perímetro.

Segundo a CET, o tráfego só será totalmente liberado quando o número de pessoas já estiver reduzido ao ponto de não provocar mais conflito entre carros e pedestres.

A movimentação das torcidas ainda levou a Prefeitura a montar um receptivo no local e incrementar serviços de limpeza e fiscalização, além da instalação de banheiros químicos nas ruas mais cheias.

Alternativa. Para estimular o uso do transporte público e tirar mais carros das ruas, o rodízio municipal valerá durante todo o dia, entre as 7h e as 20h. A medida afeta os veículos com placas de final 1 e 2. Cerca de um quinto dos mais de 7 milhões de veículos da cidade será impactado pela medida.

Além disso, diversas faixas exclusivas de ônibus que normalmente permitem o tráfego de carros fora dos horários de pico ficarão reservadas para os coletivos em um período maior.

Segundo a CET, mais de 60 faixas terão o horário de funcionamento estendido para o intervalo entre 6h e 20h.

A São Paulo Transporte (SPTrans), por sua vez, informou que 77 linhas de ônibus que passam na região de Itaquera terão alterações em seus itinerários seis horas antes e duas horas depois do término da partida. 

Já o Metrô informou que, em decorrência do jogo entre Holanda e Chile, reforçará a circulação de trens nas Linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 5-Lilás durante toda a manhã e tarde de hoje. “Essa estratégia facilitará tanto o deslocamento dos torcedores”, informou a empresa, “quanto a volta para casa dos usuários que deixarão o trabalho mais cedo”.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse ontem em evento na Grande São Paulo ser contrário a um feriado hoje - ideia já vetada pela Câmara. Sobre os possíveis problemas de mobilidade pouco antes do jogo, o tucano afirmou que haverá um escalonamento informal. “Todo mundo quer sair para assistir ao jogo. Mas teremos uma espécie de escalonamento na saída dos trabalhadores para não acumular tudo em um horário só.” / COLABORARAM CAIO DO VALLE e LAURA MAIA DE CASTRO