1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine


STF determina que João Paulo Cunha comece a cumprir pena por mensalão

Reuters

06 Janeiro 2014 | 19h 18

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator do julgamento do mensalão, Joaquim Barbosa, determinou nesta segunda-feira o fim do processo em dois dos três crimes a que foi condenado o deputado João Paulo Cunha (PT-SP) e o início do cumprimento da pena pelo parlamentar.

Com isso, o deputado já não pode apresentar recursos às condenações pelos crimes de corrupção passiva e peculato.

Presidente da Câmara dos Deputados à época do escândalo de compra de apoio político no Congresso durante o primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Cunha foi condenado a 9 anos e 4 meses pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Mas a Suprema Corte ainda analisará um recurso apresentado pelo deputado contra a condenação pelo crime de lavagem de dinheiro.

A Câmara dos Deputados ainda precisa ser oficialmente notificada do trânsito em julgado. Outros deputados condenados no esquema -caso de José Genoino (PT-SP) e Pedro Henry (PP-MT)- renunciaram aos mandatos quando foi decretado o fim do processo para eles.

Com a renúncia, os dois parlamentares evitaram um possível processo de cassação de seus mandatos pela Câmara.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)