THQ pede concordata e Clearlake quer adquirir ativos da empresa

A fabricante de videogames anunciou um pedido de concordata, e fechou acordo com o grupo de investimento privado Clearlake Capital Group para uma potencial venda de seus ativos, em um esforço para resolver seus problemas financeiros.

MALATHI NAYAK, Reuters

20 Dezembro 2012 | 13h32

Os ativos que serão vendidos incluem os quatro estúdios e os jogos em desenvolvimento pela THQ. O pedido de concordata foi apresentado a um tribunal de falências no Delaware.

As ações da THQ, cuja negociação foi suspensa temporariamente antes do anúncio, caíram em 74 por cento e fecharam cotadas a 36 centavos de dólar na Nasdaq, quarta-feira.

"Eles estão com os pagamentos de uma de suas linhas de crédito atrasados, e por isso o anúncio não representa grande surpresa", disse Mike Hickey, analista da National Alliance Capital Markets.

Atraso no lançamento de novos produtos e jogos de desempenho medíocre em um mercado de videogames que vem lutando para reverter a queda de vendas "se somaram para resultar na quebra da companhia", disse Hickey.

A THQ anunciou que a Clearlake havia sido selecionada entre os potenciais compradores para apresentar oferta inicial pelos ativos da empresa.

Isso "permite que outras partes interessadas se apresentem com lances concorrentes", afirmou a THQ em comunicado.

As operações da empresa no exterior, incluindo as do Canadá, não são parte do pedido de concordata, a companhia informou.

Hickey afirmou que produtoras maiores de videogames, como a Electronic Arts ou a Ubisoft Entertainment podem se interessar por alguns dos estúdios ou propriedades intelectuais da THQ.

Conhecida por seus jogos de luta e pela série "Saints Row", a THQ vinha perdendo terreno diante da Activision Blizzard e outros rivais de maior porte. Os acionistas aprovaram em junho um plano para reduzir em 10 vezes o número de ações em circulação da companhia, para obter alta de preço e evitar que as ações fossem excluídas do pregão.

A companhia anunciou que a Clearlake e o banco Wells Fargo & Co estão comprometidos a emprestar 37,5 milhões de dólares à THQ, caso o tribunal aprove a transação.

Mais conteúdo sobre:
TECH THQ CONCORDATA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.