Trivial enxuto e coroado

O ideal é arroz jasmim, mas o chinês 'para viagem' é tão bom quanto. Foto: Evan Sung/NYT   Por mais de 15 anos, escrevi livros de culinária com meu amigo e chef Jean-Georges Vongericthen. Eu o vi criar muitas receitas fantásticas. Minhas favoritas sempre foram as mais simples, as nascidas de seu passado na Alsácia, ou de seus anos trabalhando e viajando pela Ásia.   E nenhuma me agrada mais que sua versão de arroz frito coroado com gengibre crocante e um ovo estrelado. O que torna especial esse clássico nas mãos de Jean-Georges é o refinamento enxuto e sofisticado que ele dá à receita.   Como em todos os pratos com arroz frito, este deve usar arroz que sobrou (o feito na hora é úmido demais). Jean-Georges especifica que seja arroz jasmim, mas o branco "para viagem" do chinês é quase tão bom quanto e mais cômodo.   Veja também: Assista ao preparo do arroz frito ao gengibre e ovo por cima Receita do arroz frito ao gengibre e ovo por cima   Jean-Georges frita seu arroz em gordura de galinha, o que dá um sabor incomparável. Mas, com sua permissão, testei a receita com óleo de amendoim e ficou ótimo.   É uma receita simples, mas de chef, e exige cozimento separado dos ingredientes: o gengibre e o alho têm de ficar crocantes, o alho-poró, macio, e o arroz e os ovos são fritos. Mas nenhum dos passos leva mais que uns minutos. E o resultado final compensa de longe o trabalho.   Para servir, o chef molda o arroz em caprichados montinhos, com um ovo frito e a guarnição ao alto de cada um. Eu já prefiro gastar mais de meu tempo cozinhando e comendo do que enfeitando muito este prato simples.

Mark Bittman, do The New York Times,

28 Janeiro 2010 | 08h44

Mais conteúdo sobre:
Arroz gengibre ovo Paladar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.