REUTERS/Danish Siddiqui
REUTERS/Danish Siddiqui

Tumulto em estação de trem de Mumbai deixa ao menos 22 mortos e mais de 30 feridos

Confusão começou depois que uma chuva forte surpreendeu os passageiros, fazendo com que muitos buscassem abrigo debaixo da ponte de pedestres

O Estado de S.Paulo

29 Setembro 2017 | 05h46
Atualizado 29 Setembro 2017 | 08h04

MUMBAI, ÍNDIA - Um tumulto ocorrido durante uma tempestade de monção em uma estação de trem de Mumbai, centro financeiro da Índia, deixou ao menos 22 mortos e mais de 30 feridos, informou nesta sexta-feira, 29, uma autoridade estatal do país.

+ Protestos na Índia após condenação de guru deixam ao menos 28 mortos

A causa da confusão em uma ponte na estação central de Elphinstone ainda está sendo investigada, disse a polícia local. O tumulto aconteceu depois que a chuva forte surpreendeu os passageiros, fazendo com que muitos buscassem abrigo debaixo da ponte de pedestres, detalhou Akash Koteja, um dos feridos.

"Havia muita gente na passarela. Todos tentaram sair ao mesmo tempo e parece que alguém escorregou e caiu, provocando a confusão", declarou Anil Saxena, porta-voz da companhia ferroviária Indian Railways.

Outro porta-voz da empresa, Ravindra Bakhar, confirmou o balanço de 22 mortos, sendo 14 homens e 8 mulheres, e 32 feridos. Os canais de televisão locais exibiram imagens de passageiros tentando reanimar os feridos inconscientes com massagens cardíacas.

Relembre outro acidente de trem na Índia ocorrido em agosto

“Dos dois feridos estão em estado grave”, afirmou Deepak Sawant, ministro de Saúde do Estado de Maharashtra. Além disso, Tanaji Pawar, porta-voz da Autoridade de Gestão de Desastres de Mumbai, alertou que o número de vítimas pode aumentar.

Os trens locais são a peça principal do sistema de transporte urbano em Mumbai, cidade com 20 milhões de habitantes. / REUTERS e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.