Venda online de vídeos movimentou US$ 298 milhões em 2006

A venda mundial de conteúdos de vídeo online totalizou US$ 298 milhões no ano passado, segundo projeção da empresa de pesquisas Strategy Analytics. A companhia considerou a venda de filmes, seriados de TV e outros conteúdos de vídeo vendidos por lojas online, entre elas a Itunes da Apple. A companhia ainda traçou uma estimativa de crescimento deste mercado que aponta vendas de US$ 1,5 bilhão para o final deste ano, com aumento de 389%, chegando a US$ 3 bilhões em 2008 e US$ 5,9 bilhões em 2010, quando estas vendas responderão por 8% de todo o faturamento da indústria de vídeo doméstico. A loja da Apple, embora tenha uma dianteira graças aos seus iPods que rodam vídeos, terá de competir com outros serviços como Guba.com, NetFlix, e opções de download de empresas como Movielink e serviços bancados por gigantes como Wal-Mart e Time Warner, e que explorarão não só o modelo de simples compra e download, mas terão ainda pacotes de locação de arquivos e mensalidades que darão direito a assistir a um número variado de vídeos.

Agencia Estado,

19 Janeiro 2007 | 11h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.