Videogames tornam-se oficialmente parte da cultura alemã

Federação de Desenvolvimento de Videogames passa a integrar Conselho de Cultura da Alemanha

Da Redação,

14 Agosto 2008 | 18h08

Depois de mais de um ano de debate, a Alemanha decidiu incorporar a Federação de Desenvolvimento de Videogames Alemã (GAME) ao Conselho de Cultura do país, organismo que agrupa todas as associações federais e que é responsável pela gestão da política cultural alemã, segundo informações do jornal El País.   A decisão foi tomada em meio a fortes polêmicas, mas no fim prevaleceu a tese de que os videogames são um importante setor econômico, que cresceu 21% na Alemanha no ano passado, e que a indústria se nutre, em grande parte, de profissionais de áreas consideradas tradicionalmente artísticas, como os designers.   O Conselho de Cultura também destacou em seu comunicado oficial o fato de que os videogames trazem um número crescente de trabalhadores para o mercado formal de trabalho. A GAME qualificou a decisão como "histórica".

Mais conteúdo sobre:
Alemanha Cultura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.