Vinho sem salto alto

Vinho sem salto alto

Serão 13 degustações de bebida: vinho, cachaça, cerveja, drinques...

10 Maio 2012 | 15h08

É verdade que vinho é assunto sério, sabemos disso. Mas é também diversão, sem salto alto, quase descalço. Esse é o espírito das degustações de bebidas do Paladar – Cozinha do Brasil. Serão 13 ao todo. De vinho, cachaça, brandy, cerveja, hidromel...

Veja a programação completa no site do Paladar - Cozinha do Brasil

O editor assistente e colunista de vinhos do Paladar Luiz Horta comanda quatro degustações, como a comparação às cegas de vinhos brasileiros e do mundo, com a enóloga Elizabeth Vianna. E com Heloisa Lupinacci, editora-assistente do caderno, propõe um enoxamanismo, livre associação de vinho, música, arte. 

O casal Gabriela Monteleone e Manoel Beato, sommeliers do D.O.M e Fasano, respectivamente, encaram um duelo de harmonização com pratos feitos na hora por Henrique Fogaça, do Sal Gastronomia. O colunista de cerveja do Paladar Roberto Fonseca embarca em uma viagem pela cerveja no Brasil e apresenta um primo distante do fermentado: o hidromel. Cesar Adames explora destilados brasileiros além da cachaça. E o barman Marco De La Roche prepara drinques típicos de várias regiões do País. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.