YouTube e Wikipedia entram em ranking de marcas de 2006

O Google uma vez mais superou a Apple e conquistou o primeiro posto em um ranking mundial de marcas que também viu a primeira presença do YouTube e da Wikipedia entre os cinco líderes, de acordo com uma pesquisa divulgada na sexta-feira. A pesquisa anual do site sobre marcas brandchannel.com freqüentemente gera resultados controversos, como em 2004, quando a rede de TV a cabo árabe Al Jazeera foi apontada como quinta marca mais influente do mundo. Este ano, os 3.625 profissionais e estudantes de marcas que votaram causaram surpresa de novo, concedendo a empresas iniciantes o status de estrelas, ao responderem à pergunta "que marca teve o maior impacto em nossas vidas em 2006?". O serviço de buscas Google, que se expandiu regionalmente e começou também a operar serviços de publicidade online, e-mail e blogs, conquistou o primeiro posto pelo segundo ano consecutivo, seguido pela Apple, novamente a segunda colocada. A maior surpresa foi o site de distribuição de vídeo YouTube, adquirido pelo Google no ano passado, que conquistou a terceira posição, seguido pela enciclopédia online Wikipedia, o que deixou a cadeia de cafés Starbucks em quinto lugar. "As estréias dos recém-chegados -YouTube em terceiro e Wikipedia em quarto lugar- são uma indicação de uma tendência mais ampla, o crescente impacto das marcas online baseadas em conteúdo fornecido por consumidores", afirmou o editor Anthony Zumpano em comunicado. Outros vencedores entre as novas marcas foram o site de redes sociais MySpace, da News Corp., que estreou em 15º lugar na lista norte-americana, e a Al Jazeera, que avançou para a 19ª posição mundial, depois de ter lançado seu canal em inglês em novembro e após uma queda da quinta para a 25a posição em 2005. A pesquisa não leva em consideração o valor econômico de uma marca, que em geral resulta em colocar a Coca-Cola em primeiro lugar. E tampouco solicita aos entrevistados que avaliem se o impacto da marca é positivo ou negativo. E numa mudança em relação às marcas tecnológicas que dominam o ranking mundial, as duas líderes na América Latina são duas marcas de bebidas, Corona e Bacardi, enquanto o terceiro lugar fica com a operadora de telefonia Movistar . A marca brasileira de sandálias Havaianas aparece em quarto e terceira maior fabricante de pães do mundo, a mexicana Bimbo, fica com a quinta posição da lista da brandchannel.com.

Agencia Estado,

26 Janeiro 2007 | 10h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.