Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias >
Início do conteúdo

Agora, metrô e trem funcionam até a 1 h de domingo

Novo horário começa esta semana e deve favorecer trabalhadores e quem sai à noite para se divertir

31 de dezembro de 1969 | 21h 00
Humberto Maia Junior - O Estadao de S.Paulo

A partir de sábado, os trens do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) vão funcionar uma hora a mais, até a 1 hora de domingo. O funcionamento se encerrava à meia-noite. O objetivo da medida é facilitar a volta para casa de trabalhadores e de pessoas que se divertem nos sábados.

O horário será estendido nas Linhas Jabaquara-Tucuruvi (1), Alto do Ipiranga-Vila Madalena (2) e Corinthians/Itaquera-Palmeiras/Barra Funda (3). Quem entrar nas estações até a 1 hora poderá fazer transferências para qualquer dessas linhas.

Por enquanto, haverá nove trens circulando na Linha 1, quatro na Linha 2 e sete na Linha 3. Segundo o Metrô, o número pode aumentar, de acordo com a demanda. O intervalo de trens nas linhas A, B, C, D, E e F da CPTM será de 20 minutos a partir da meia-noite.

NOVOS TRENS

O governador José Serra (PSDB) anunciou ontem a autorização de compra de 17 trens para o Metrô e de 40 para a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Todos serão equipados com ar-condicionado. O processo de licitação será aberto ainda este mês. Os trens devem ser entregues até 2010.

"(A compra dos trens) vai dar mais rapidez e conforto aos paulistanos", disse Serra durante a assinatura do convênio entre a Prefeitura e o governo estadual para construção de uma ciclovia na Radial Leste. Segundo o governador, algumas estações serão readequadas. "Principalmente as da CPTM, que precisam de melhorias."

Já estão em fase de construção mais 28 composições para o Metrô e para a CPTM. Outras 14 serão entregues pela Via Amarela, responsável pela construção da Linha 4 (Amarela), que vai ligar as Estações Luz, no centro, e Vila Sônia, na zona sul. O presidente da Via 4 (responsável pela operação da Linha 4), Luís Valença, disse que esses 14 trens vão permitir o uso de celulares e acesso a internet wireless. "Os trens seguem a tendência mundial e vão operar sem condutor."




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão




Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo