Santa Rosa, a rua dos donos de restaurante

Tradicional via do Brás tem lojas que vendem de laticínios e vinhos a produtos integrais

Valéria França, O Estado de S.Paulo

10 Julho 2010 | 00h00

Conhecido ponto de abastecimento de restaurantes da cidade de São Paulo, a Rua Santa Rosa, no Brás, região central, é também um endereço disputado por paulistanos que gostam de comprar iguarias a preços praticamente de atacado. Ali, o consumidor acha produtos que geralmente só encontraria em empórios especiais, como o queijo mascarpone, ingrediente básico para uma tradicional sobremesa italiana, o tiramisú.

Lombo de bacalhau, presunto Pata Negra, figo Ramy, frutas secas a granel, o ano inteiro, e todos os tipos de grãos estão na lista de produtos das casas da região. A Santa Rosa faz parte da antiga zona cerealista - é formada por grandes armazéns do início do século passado, que foram reformados mas ainda guardam traços originais.

Veterana na rua, a Camanducaia tem como grande atração os queijos, de fabricação própria. Carro-chefe da casa, o quilo do queijo branco sai por R$ 8,50. O segundo produto mais vendido é o provolone, a R$ 12 o quilo, e o terceiro, o bacalhau do Porto. Tem desfiado, inteiro e o lombo - que é vendido a R$ 60 o quilo.

"Vendemos no varejo com preço de atacado", garante Santo Fasano, coordenador da área. "Só nos azeites temos descontos menores, apenas 10% a menos do que o mercado em geral."

Geração saúde. Há um ano, a Camanducaia abriu ao lado uma loja de produtos integrais. Foi na onda da região, que há quatro anos se especializa em oferecer o cardápio completo de qualquer vegetariano saudável. E isso quer dizer bife de soja, frutas e tubérculos liofilizados, arroz integral de diversos tipos e semente de linhaça, entre outras opções. Uma das primeiras casas que adotou essa frente foi o Armazém Santa Filomena. "Também damos assessoria para quem quer abrir uma loja do ramo", diz Ademar Pinheiro Machado, dono do Armazém Santa Filomena.

A Santa Rosa ainda tem um cardápio variado de produtos, que agradam até a quem prefere uma comida mais forte. Presunto Pata Negra (com osso) e vinhos são encontrados no Empório Pena, antigo Empório Santa Rosa. Já pimentas de todos os tipos estão no Temperão do Norte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.