ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

Mensalao

Três têm casos concluídos e já podem ser presos

03 de dezembro de 2013 | 2h 02
Felipe Recondo / BRASÍLIA - O Estado de S.Paulo

Relator do processo do mensalão e presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa decretou ontem o fim do processo em relação aos ex-deputados Pedro Correa e Bispo Rodrigues e ao ex-vice-presidente do Banco Rural Vinicius Samarane, condenados por participação no esquema.

Barbosa rejeitou recursos dos condenados e declarou o que no jargão jurídico é conhecido como "trânsito em julgado" de um processo. Ou seja, o momento em que uma condenação se torna definitiva e, portanto, deve ser iniciado o cumprimento de uma pena.

Na sexta-feira, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, havia encaminhado pareceres ao STF opinando que os recursos deveriam ser rejeitados e que os réus deveriam ser presos. Conforme Janot, os condenados não tinham direito ao recurso denominado embargo infringente. Esse recurso garante um novo julgamento para réus. Mas somente pode ser usado quando o acusado conseguiu garantir pelo menos quatro votos favoráveis à absolvição.

Pedro Correa foi condenado a 7 anos e 2 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Bispo Rodrigues recebeu pena de 6 anos e 3 meses de prisão pelos mesmos crimes.

Samarane foi condenado a 8 anos e 9 meses de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro e gestão fraudulenta.

Ontem, o procurador-geral recomendou a prisão imediata de Bispo Rodrigues. O ex-deputado pediu para ter novo julgamento, mesmo sem ter alcançado no julgamento o mínimo de quatro votos pela absolvição estipulado pelo regimento do STF.

Janot deve ainda encaminhar parecer no mesmo sentido para os casos dos deputados Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Pedro Henry (PP-MT) e do advogado Rogério Tolentino.



Tópicos: Mensalão

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio

  • Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio
  • Pasadena não foi um bom negócio, diz Graça Foster
  • Candidatos de oposição escolhem São Paulo para sediar campanha



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo