Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > Internacional
Início do conteúdo

Forte nevasca atinge nordeste dos EUA

A poderosa tempestade levou ao cancelamento de mais de mil voos nos Estados Unidos e atrasou cerca de 1,5 mil

02 de janeiro de 2014 | 17h 38
IAN SIM - Reuters

A primeira grande tempestade de inverno de 2014 abateu-se sobre o nordeste dos Estados Unidos nesta quinta-feira, trazendo neve pesada, temperatura polar e vento forte para os que retornam do feriado de fim de ano.

Neve prejudica o trânsito nas estradas de Detroit, Michigan - Joshua Lott /REUTERS
Joshua Lott /REUTERS
Neve prejudica o trânsito nas estradas de Detroit, Michigan

A tempestade, que se estende desde o vale do Mississippi até a costa do Atlântico, pode cobrir algumas áreas com 30,5 cm de neve até a manhã da sexta-feira, especialmente no sul de New England, segundo o Serviço Meteorológico Nacional.

"Muita neve, fortes ventos, temperaturas bem frias são a previsão para boa parte da região", disse o Serviço Meteorológico Nacional em comunicado.

A neve caía em grande parte do nordeste dos Estados Unidos na manhã desta quinta, embora o acúmulo mais sério seja esperado para começar depois do pôr-do-sol e continuar durante a noite, afirmou Kim Buttrick, meteorologista do Serviço Meteorológico Nacional em Taunton, Massachusetts.

A nevasca também deverá atingir Washington, que deve receber menos de 2,5 cm de neve. O trânsito na autoestrada que liga Nova York e Boston ficará provavelmente complicado, de acordo com os meteorologistas.

A poderosa tempestade levou ao cancelamento de mais de mil voos nos Estados Unidos e atrasou cerca de 1.500. Entre os mais afetados, estão o aeroporto Internacional de O'Hare, em Chicago, e o Liberty, em Newark, segundo o FlightAware, um site que monitora voos.

Mais de 94 milhões de pessoas viajaram no feriado do fim de ano, segundo estimativa do grupo automotivo AAA, mas muitos não devem estar planejando voltar para casa antes do fim de semana.

A nevasca será um dos primeiros desafios do novo prefeito de Nova York, Bill de Blasio. A retirada de neve tem sido um problema para os prefeitos da maior cidade dos EUA há décadas.

(Reportagem adicional de Scott Malone, em Boston)



Tópicos: EUA, NEVE, FORTE,

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo