Onda de frio já matou 116 pessoas na Índia

Uma onda de frio matou pelo menos nove desabrigados durante a madrugada de hoje na Índia, elevando o número de mortos por conta das baixas temperaturas para 116. A polícia informou que o Estado mais afetado é Uttar Pradesh, onde morreram 90 pessoas desde o fim de dezembro. Outras dez mortes ocorreram em Bihar, seis em Jharkhand e mais dez na capital, Nova Délhi.

AE, Agência Estado

11 Janeiro 2011 | 11h40

Hoje, uma densa neblina afetava o serviço de trens na Índia - mais de 30 viagens foram canceladas em Uttar Pradesh. Quase todos os voos que partiriam do principal aeroporto da capital estadual de Lucknow foram suspensos.

Uttar Pradesh é um dos Estados mais pobres da Índia e quase um quinto de seus 180 milhões de habitantes não tem casa, segundo estatísticas do governo. A administração estadual organizou-se para que sejam acesas 3,5 mil fogueiras durante as noites, em vários pontos, para impedir que mais pessoas morram de frio. A temperatura baixou para 3º Celsius em algumas partes do Estado nos últimos dias.

Foram fechadas escolas em Nova Délhi, Uttar Pradesh e em Bihar até que o clima melhore. Ainda que a Índia seja famosa por seus verões quentes, as temperaturas baixam consideravelmente durante algumas semanas em dezembro e janeiro. Os pobres, em particular aqueles que vivem na rua, são os mais afetados. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Frio mortes Índia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.