Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > Internacional
Início do conteúdo

Total de mortos em cidade síria chega a 100 após 'barris de bombas', diz grupo

17 de dezembro de 2013 | 17h 03
Reuters

Mais de 100 pessoas foram mortas e outras ficaram feridas por "barris de bombas" jogados por helicópteros do Exército sírio em Aleppo pelo terceiro dia consecutivo nesta terça-feira, afirmou a organização Médicos Sem Fronteiras (MSF).

As vítimas sobrecarregaram os já danificados hospitais da cidade, no norte do país, onde o MSF está fornecendo suprimentos médicos, disse o grupo de ajuda.

"Nos últimos três dias, os helicópteros têm alvejado diferentes áreas, entre elas uma escola e a rotatória Haydarya, onde as pessoas aguardam os veículos do transporte público", disse o coordenador do MSF na Síria, Aitor Zabalgogeazkoa.

"Os ataques repetidos muitas vezes levam ao caos, tornando mais difícil o tratamento dos feridos e aumentando, assim, o número de mortos", disse ele em comunicado.

As forças de segurança do presidente sírio, Bashar al-Assad, mobilizam com frequência o poder aéreo e de artilharia contra zonas controladas pelos rebeldes em toda a Síria.

O governo não tem conseguido recuperar o leste e o centro de Aleppo, áreas tomadas pelos rebeldes no ano passado, mas tem expulsado combatentes de outras cidades a sudeste de Aleppo nas últimas semanas.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, que na segunda-feira disse que 76 pessoas foram mortas por barris de bombas em Aleppo no domingo, afirmou que 15 pessoas, incluindo duas crianças, morreram em ataques aéreos de caças no distrito de Shaar, em Aleppo, nesta terça-feira.

O grupo, com sede na Grã-Bretanha, não disse se as mortes foram causadas por barris de bombas, que são cilindros cheios de explosivos ou de petróleo, muitas vezes jogados da parte de trás de helicópteros e capazes de causar mortes generalizadas e danos significativos.

(Reportagem de Stephanie Nebehay, em Genebra, e de Dominic Evans, em Beirute)



Tópicos: SIRIA, ALEPPO, MORTES*

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo