ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

A trajetória de Aécio Neves na construção de sua candidatura

Do apoio de Fernando Henrique Cardozo para lançar sua pré-candidatura até a declaração de Serra sobre a formalização da candidatura do senador mineiro, confira com foi a trajetória de Aécio até aqui

17 de dezembro de 2013 | 21h 26
O Estado de S. Paulo

Com a recente manifestação de apoio de José Serra à candidatura de Aécio Neves para disputar a Presidência em 2014 e o lançamento da "cartilha" do PSDB nesta terça-feira, 17, reafirmando sua postura de oposição ao atual governo, o senador mineiro tem se tornado o nome mais cotado para disputar as eleições de 2014 pelo partido de oposição. O trajeto do senador, que também já foi deputado federal, presidente da Câmara dos Deputados e governador de Minas Gerais, tem sido marcado pelos embates com Serra e a sua tentativa de se consolidar, definitivamente, como o nome da sigla para o próximo ano. Diante disso, o Estado organizou uma cronologia da trajetória de Aécio na construção de sua candidatura até aqui:

Senador mineiro lançou 'cartilha' com principais pontos que devem nortear seu programa de governo - Ed Ferreira/Estadão
Ed Ferreira/Estadão
Senador mineiro lançou 'cartilha' com principais pontos que devem nortear seu programa de governo

A construção de uma candidatura

3 de dezembro de 2012

FHC lança Aécio

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso lança o senador Aécio Neves (MG) como pré-candidato do PSDB à Presidência da República pouco antes do início, em Brasília, de encontro de prefeitos da legenda com líderes do partido.

21 de fevereiro de 2013

'13 fracassos'

No mesmo dia em que o PT faz ato em São Paulo para comemorar os 10 anos de governo federal e os 33 anos de fundação da legenda, Aécio faz discurso no Senado enumerando os 13 "fracassos" do governo federal.

16 de março

Serra ameaça sair

O ex-governador José Serra dá um ultimato à direção do PSDB e diz que deixará o partido caso não seja contemplado na nova formação da direção partidária, que será eleita em maio. Serra quer a presidência do PSDB, e ameaça sair da legenda e não apoiar a candidatura de Aécio ao Planalto. Em maio, Aécio é eleito presidente nacional do PSDB.

9 de julho

Mandato único






Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio

  • Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio
  • Pasadena não foi um bom negócio, diz Graça Foster
  • Candidatos de oposição escolhem São Paulo para sediar campanha



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo