ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

Adiada para terça resolução do caso dos haitianos no AC

16 de janeiro de 2014 | 18h 09
ITAAN ARRUDA - Agência Estado

Na próxima terça-feira, 21, uma reunião interministerial entre representantes da Casa Civil da Presidência da República, ministério da Saúde, da Justiça e do Governo do Acre pretende elaborar uma solução definitiva para os imigrantes haitianos que utilizam o Acre para entrar no Brasil. "Em dezembro do ano passado, o Ministério da Justiça acordou com o nosso governo que o tempo máximo de permanência do imigrante em Brasileia seria de três dias. Infelizmente, o Ministério não alcançou essa meta", cobrou o governador Tião Viana em declaração feita após audiência nesta quinta-feira no Ministério da Justiça.

A declaração foi divulgada pela assessoria do próprio governador. "A equipe continua preocupada com a situação e dando atenção ao caso", disse Viana. A articulação política feita pelo governador junto aos ministérios ocorre após a repercussão negativa da possível proposta do Governo do Acre ao governo federal de fechamento provisório da fronteira para trânsito dos imigrantes haitianos.

"Essa proposta é absurda e descabida", rebateu a coordenadora de Política Externa da organização não governamental Conectas, Camila Lissa Asano. A ONG trabalha na defesa dos Direitos Humanos. A Conectas, há mais de três meses, tem aumentado a pressão junto ao ministério da Justiça para que o governo federal assuma a administração do abrigo que acolhe os haitianos em Brasileia e também amplie o espaço.

De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos, o abrigo só tem condições de receber 300 pessoas. Na quarta-feira, 15. havia 1,2 mil imigrantes com possibilidade de aumentar para 1,5 mil nesse fim de semana. "Não haverá comida para todos", advertiu o secretário de Justiça e Direitos Humanos do Acre, Nilson Mourão. Ele foi um dos formuladores da proposta de fechamento provisório da fronteira. "Aquilo ali está uma tragédia anunciada".

"Essa postura do governo do Acre em propor o fechamento, mesmo que provisório, atenta contra a lógica de defesa dos direitos humanos", avalia a coordenadora da ONG Conectas. "Se o Brasil diz defender uma política migratória pautada pelos direitos humanos, então, não pode fechar fronteira".

A Conectas envia nesta sexta-feira, 17, ao ministério da Justiça e ao Gabinete da Casa Civil da Presidência da República uma carta alertando o governo federal sobre o erro e as contradições caso atenda a proposta de fechamento. O documento também pontua recomendações para solucionar o problema. A Conectas, desde o ano passado, defende a ideia de que a administração do abrigo deveria ser de responsabilidade do governo federal e não do Governo do Acre. "O descaso e a demora construíram essa situação", afirma Camila Asano, coordenadora da ONG.



Tópicos: Haitianos, AC

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio

  • Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio
  • Pasadena não foi um bom negócio, diz Graça Foster
  • Candidatos de oposição escolhem São Paulo para sediar campanha



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo