ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

Déda era aliado importante de Lula e Dilma no Nordeste

02 de dezembro de 2013 | 11h 41
EQUIPE AE - Agência Estado

O governador sergipano, Marcelo Déda (PT), morreu na madrugada desta segunda-feira, 02. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, que registrou como hora do óbito 4h45. Déda tinha 53 anos. Um câncer em seu estômago foi diagnosticado em 2012. Desde maio deste ano, ele estava internado para tratamento.

Durante o governo do ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, Déda foi um importante aliado dele no Nordeste e também estava sendo para a presidente Dilma Rousseff. Déda, que casou duas vezes, deixa três filhas (do primeiro enlace) e dois filhos (do segundo casamento, com Eliane Aquino).

No início de agosto deste ano, em uma das suas voltas a Aracaju após tratamento de um câncer gastrointestinal na capital paulista, Déda usou o Twitter para mostrar sua satisfação por retornar para casa depois de passar mais de dois meses internado em São Paulo.

"Não me canso de olhar o rio e o mar e de sentir um suave vento Sul refrescar minha face, enxugar minhas lágrimas, inflar meu coração de amor", declarou o governador na ocasião. Agora, quando voltar para a sua terra natal, o vento ainda soprará, mas ele não poderá inflar seu coração de amor.

Em outubro de 2009, Déda já havia retirado um nódulo benigno no pâncreas. O advogado e flamenguista Déda nasceu em 11 de março de 1960, na cidade de Simão Dias. Foi deputado estadual (1986-1990), deputado federal (1994-2000), prefeito de Aracaju (2001-2006) e governador de Sergipe (desde 2007).

Na juventude, Déda participou do movimento estudantil. Em 1979, começou a trabalhar com seus companheiros na criação do PT. Segundo a biografia do político no site oficial do governo sergipano, Déda, com uma câmara Super 8, filmou em 1981 a segunda visita de Lula ao Estado.




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Deputado tem mandato suspenso

  • Deputado tem mandato suspenso
  • "Relatório foi omisso", admite Gabrielli
  • Pré-candidato do PV vai ao trabalho de bicicleta



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo