ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

Mensalao

'Genoino é página virada', diz Alves

Presidente da Câmara afirmou que o ex-presidente do PT é querido na Casa, mas defendeu a abertura do processo de cassação em cumprimento ao regimento interno e à Constituição

04 de dezembro de 2013 | 14h 21
DAIENE CARDOSO - Agência Estado

BRASÍLIA - O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), saiu nesta quarta-feira, 04, em defesa da Mesa Diretora da Casa sobre a possível abertura de processo de cassação contra o petista José Genoino que, diante da pressão, renunciou ao mandato parlamentar. Sobre o  assunto Genoino, Alves disse que era "página vidara".

Presidente da Câmara diz que cumpriu a constituição  - André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão
Presidente da Câmara diz que cumpriu a constituição

"Nessa hora tem que ser como eu fui. O Judiciário determinava a perda automática, eu só formalizaria. Eu discordei, porque na nossa interpretação a Constituição não diz isso. Eu desagradei naquele momento alguns, agradei a outros, mas não é essa a preocupação, a preocupação é cumprir o regimento e a Constituição. Foi isso que fiz, não prazerosamente, mas responsavelmente", justificou o peemedebista.

Mais cedo, o líder do PT e irmão de Genoino, José Guimarães (CE), não escondeu a mágoa após o episódio e declarou que, ao renunciar, o ex-deputado teve "um gesto grandioso, talvez maior do que alguns membros da Mesa".

Alves insistiu no discurso de que teve de cumprir o regimento. "É uma situação difícil para o Partido dos Trabalhadores, Genoino sempre foi uma figura muito querida não só por eles, mas por essa Casa. Eu entendo as dificuldades do momento, mas a presidência da Câmara tem ônus e tem bônus. Tem o prestígio, mas tem o ônus de tomar decisões que nem sempre agrada a todos", disse.

"Não é uma situação agradável, confortável, mas eu tenho que cumprir meu dever e a Constituição. Esse assunto se encerra", afirmou Alves.





Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio

  • Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio
  • Pasadena não foi um bom negócio, diz Graça Foster
  • Candidatos de oposição escolhem São Paulo para sediar campanha



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo