ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

Hospital de São Bernardo ainda oferece poucos leitos

Unidade inaugurada por Dilma não tem todos os quartos previstos em funcionamento; cerimônia foi marcada por elogios ao então secretário de Saúde, Arthur Chioro, futuro ministro da área

21 de janeiro de 2014 | 23h 17
Ricardo Chapola - O Estado de S. Paulo

A presidente Dilma Rousseff esteve há pouco mais de um mês ao lado do secretário de Saúde de São Bernardo do Campo, Arthur Chioro, futuro ministro da Saúde, no evento de inauguração do Hospital de Clínicas da cidade. Anunciado com pompa pela petista, o centro médico contou com um aporte de R$ 126 milhões do governo federal e foi entregue no dia 13 dezembro, sob uma série de elogios da presidente à gestão do prefeito do município, Luiz Marinho (PT), e a Chioro.

Na ocasião, Dilma exaltou a modernidade das instalações do hospital, que atenderá os pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Em dezembro, o hospital foi entregue à população com 70 dos seus 293 leitos disponíveis. Em visita ao local ontem, o Estado foi informado por uma funcionária do HC que apenas 30 leitos estavam ativos. Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde de São Bernardo, "o funcionamento do hospital foi planejado em três fases, sendo a primeira com a disponibilização de 70 leitos e prazo estimado de 4 meses".

"A ocupação dos leitos em um hospital de média e alta complexidade, como é o caso do HC, é decorrente de internações clínicas e cirúrgicas, e ocorre de forma gradual com a implementação dos serviços de especialidades cirúrgicas. Ou seja, por questões técnico-assistenciais, não seria possível ter os 70 leitos integralmente ocupados imediatamente após a abertura do hospital", afirmou a secretaria.

Atendimento. Um dos leitos é ocupado pela mãe da assistente administrativa Maria Eleuda Silva, de 41 anos. Sentada ao lado da irmã no hall de entrada do hospital, ela contou que a mãe foi encaminhada para o HC de São Bernardo depois de ficar dois dias esperando num leito de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Maria Eleuda elogiou o atendimento médico prestado à mãe no HC, mas afirmou que ela precisou ser transferida para outro local para fazer um procedimento cirúrgico que o hospital recém-inaugurado ainda não oferece.

"Minha mãe enfartou no sábado. Chegou aqui anteontem e está na UTI. Ela foi muito bem atendida pelos médicos. Só que ela precisou ir para um outro hospital só para fazer angioplastia e cateterismo", disse.

A Secretaria de Saúde do município informou que os serviços cirúrgicos do hospital vão começar em fevereiro. "É um hospital de média e alta complexidade. Na medida em que os processos assistenciais internos vão se consolidando, os serviços serão ampliados", disse a secretaria por meio de nota.

Moradores de São Bernardo ouvidos pelo Estado elogiaram a área de saúde da cidade. O estudante de direito Gutemberg dos Santos Cardoso, de 51 anos, atribuiu a melhora no setor à gestão de Chioro. O primeiro exemplo de realizações citado por Cardoso foi a construção do HC.

"Ele é um bom secretário. Tirou o setor de saúde de um estado muito ruim. É só ver o hospital que ele conseguiu erguer aqui na cidade. É um negócio de ponta", avaliou o morador do município.




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio

  • Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio
  • Pasadena não foi um bom negócio, diz Graça Foster
  • Candidatos de oposição escolhem São Paulo para sediar campanha



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo