ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

Mensalao

Inca define médicos que realizarão perícia em Jefferson

30 de novembro de 2013 | 12h 56
IDIANA TOMAZELLI - Agência Estado

O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) já definiu quem serão os três médicos oncologistas que farão parte da junta médica que realizará perícia no ex-deputado Roberto Jefferson. O cirurgião Rafael Albagli, especialista em cirurgia abdômino-pélvica, e os oncologistas Carlos José Andrade e Cristiano Guedes Duque serão responsáveis por elaborar um laudo indicando se o ex-deputado condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão tem condições de cumprir pena no presídio, ou se deverá ser encaminhado à prisão domiciliar ou hospitalar.

As indicações partiram do vice-diretor do Inca, Reinaldo Rondinelli, acatando a determinação do presidente do STF e relator da Ação Penal 470 (o processo do mensalão), ministro Joaquim Barbosa. O comunicado oficial da solicitação da perícia chegou ao instituto às 20h da última sexta-feira, informou a assessoria do instituto, e tinha um prazo de até 24 horas para a resposta com a nomeação da equipe.

A perícia ainda não tem data para ocorrer, pois depende de uma decisão da Secretaria do Judiciário, informou o Inca. Jefferson, delator do mensalão, foi condenado a 7 anos e 14 dias de reclusão e multa de R$ 740 mil em valores não atualizados, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Sua condenação já transitou em julgado, ou seja, dela não cabem mais recursos.

Como foi submetido a uma cirurgia para remoção de um tumor no pâncreas em agosto do ano passado, as condições de saúde do ex-deputado ainda inspiram cuidados médicos. Por isso, Barbosa solicitou a perícia, para averiguar se, para o adequado tratamento de Jefferson, é necessário que ele permaneça em sua residência ou internado. Durante o processo, o ex-deputado já havia solicitado autorização para cumprir a pena em regime domiciliar.




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio

  • Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio
  • Pasadena não foi um bom negócio, diz Graça Foster
  • Candidatos de oposição escolhem São Paulo para sediar campanha



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo