ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

Indio da Costa vai lançar pré-candidatura no Rio

02 de janeiro de 2014 | 18h 57
LUCIANA NUNES LEAL - Agência Estado

Candidato a vice-presidente na chapa do tucano José Serra (PSDB) em 2010, o presidente do PSD-RJ, ex-deputado Indio da Costa, deixou a secretaria municipal de Esportes e Lazer do Rio e vai se lançar pré-candidato ao governo do Estado. A exoneração foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira, 2.

Indio diz que trabalha por um aliança de partidos como o PSB, o PSDB, o PV, o PROS e o Solidariedade, a fim de lançar uma candidatura capaz de enfrentar os prováveis candidatos Luiz Fernando Pezão (PMDB); Lindbergh Farias (PT); Anthony Garotinho (PR) e Marcello Crivella (PRB). Fundado em 2011, o PSD se aproximou do prefeito Eduardo Paes e do governador Sérgio Cabral, ambos do PMDB, mas agora assume postura de independência. No plano nacional, o PSD do Rio não seguirá o presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, no apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff.

Segundo Indio, na disputa pela Presidência da República, o PSD-RJ vai apoiar Aécio Neves (PSDB), Eduardo Campos (PSB) ou oferecer palanque para os dois candidatos. Indio da Costa lembra que há outras opções de nomes para disputar o governo do Rio pelo campo da oposição, como o técnico de vôlei Bernardinho, que se filiou ao PSDB, e o deputado Miro Teixeira (PROS), entre outros. "Não serei candidato a qualquer custo, estamos conversando com vários partidos. No Rio, todos os candidatos lançados até agora apoiam o PT nacional. Ao mesmo tempo, existe um grupo de partidos próximos ao candidatos de oposição nacional, Aécio Neves e Eduardo Campos. Se houver várias candidaturas do mesmo campo, não há chance de chegarmos ao segundo turno. Mas se construirmos uma aliança e fizermos uma campanha diferente de tudo que já se viu, podemos disputar o segundo turno com um dos candidatos que apoiam o PT nacional", diz Indio.




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio

  • Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio
  • Pasadena não foi um bom negócio, diz Graça Foster
  • Candidatos de oposição escolhem São Paulo para sediar campanha



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo