ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

Parada de Dilma em Lisboa foi 'escala obrigatória', diz Planalto

'Estado' revelou que presidente passou o sábado num dos hoteis mais caros da cidade depois de sair da Suíça

26 de janeiro de 2014 | 19h 20
Ricardo Della Colleta - O Estado de S. Paulo

BRASÍLIA - A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República divulgou neste domingo, 26, uma nota na qual argumenta que a passagem da comitiva da presidente Dilma Rousseff por Lisboa foi "uma escala técnica obrigatória". O Planalto afirmou que o avião presidencial não tem autonomia suficiente para realizar um voo direto entre Zurique, na Suíça, e Havana, em Cuba. "A opção por Lisboa foi a mais adequada, já que se trata do aeroporto mais a oeste no continente europeu com possibilidades de escala técnica", diz o documento.

Neste sábado, o Estado revelou que Dilma e sua comitiva, que estavam na Suíça para o Fórum Econômico Mundial, passaram o sábado em Lisboa e ocuparam 45 quartos em dois dos mais caros hotéis da cidade, com custo estimado de mais de R$ 71 mil. A diária da suíte ocupada por Dilma no hotel Ritz em Lisboa custa R$ 26 mil. Na noite de sábado, ela saiu para jantar no restaurante Eleven, com vista privilegiada sobre o rio Tejo.

A passagem da presidente por Portugal não estava na agenda oficial divulgada inicialmente. Ela deixou a capital portuguesa na manhã deste domingo e já pousou em Cuba, onde inaugura um porto erguido com investimento brasileiro e também participa da II Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac).

Na nota, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência diz ainda que Dilma chegou a Lisboa por volta das 17h30 de sábado e apenas pernoitou na cidade. "A decisão de fazer um voo diurno foi tomada pela Aeronáutica a partir da avaliação das condições meteorológicas, que permitiram que o trecho Lisboa-Havana fosse coberto no domingo em 9 horas e 45 minutos", concluiu a nota.




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Deputado tem mandato suspenso

  • Deputado tem mandato suspenso
  • "Relatório foi omisso", admite Gabrielli
  • Pré-candidato do PV vai ao trabalho de bicicleta



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo