ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

PMDB dá trégua a Dilma na busca por espaço no governo

16 de janeiro de 2014 | 20h 05
JOÃO DOMINGOS E VERA ROSA - Agência Estado

Depois de ouvir de Dilma Rousseff a informação de que qualquer decisão sobre a reforma ministerial só será tomada no final deste mês ou início de fevereiro, o PMDB decidiu dar uma trégua à presidente da República nas cobranças por mais espaço na Esplanada dos Ministérios. A partir de agora, vai aumentar a pressão para que o PT apoie o partido nas candidaturas aos governos do Rio de Janeiro, Ceará e Mato Grosso do Sul, retirando os nomes já apresentados.

Na reunião de quarta-feira, 15, à noite, no Palácio do Jaburu - residência oficial do vice-presidente Michel Temer -, o partido concluiu que Dilma de fato o considera um parceiro preferencial para o projeto da reeleição. Afinal, em menos de 48 horas ela dedicou cinco horas de seu tempo para ouvir os dirigentes peemedebistas - duas horas e meia na segunda-feira, 13, quando disse que estava difícil encontrar mais um lugar no primeiro escalão para o PMDB, e duas horas e meia na tarde de ontem, quando disse a Temer e ao presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), que ainda não decidiu nada e deu novas esperanças ao partido de aumentar sua cota de ministérios.

Por isso mesmo, de acordo com informações de peemedebistas que participaram da reunião no Jaburu, a conversa envolvendo a questão ministerial durou menos de quinze minutos. O restante do tempo foi tomado por relatos de líderes do PMDB do Rio de Janeiro, Ceará e Paraná sobre as relações ruins com o PT nesses Estados. O presidente interino da legenda, senador Valdir Raupp (RO), falou das relações difíceis com os petistas em Estados como Mato Grosso do Sul, Paraíba e Piauí.

No encontro que teve com Temer e Renan, Dilma falou da importância do PMDB para o projeto da reeleição. Disse que não podia abrir mão da ajuda do partido. Satisfeito, o PMDB decidiu que ajudará o PT a manter o seu projeto nacional. Mas exigirá a contrapartida para eleger o máximo possível de governadores e aumentar a bancada de deputados. Hoje, tem 76, 12 a menos que o PT, que tem a maior bancada na Câmara. Para o partido, só é possível dividir o poder com os petistas se a legenda dispuser de força suficiente na Câmara e no Senado, na base de sustentação no Congresso, e nos governos estaduais.

Melhora

Valdir Raupp (RO) disse ontem que o clima no partido melhorou em relação ao governo. "Não vamos pressionar a presidente Dilma", afirmou Raupp. "O tempo da reforma ministerial é dela." Dilma viajará no próximo dia 22 para participar do Fórum Econômico Mundial, em Davos, e, depois, irá para Havana, onde comparecerá à cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), só retornando ao Brasil no dia 29. Somente depois disso reiniciará as conversas para a reforma no primeiro escalão.





Tópicos: PMDB, Dilma, Espaço, Governo

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Deputado tem mandato suspenso

  • Deputado tem mandato suspenso
  • "Relatório foi omisso", admite Gabrielli
  • Pré-candidato do PV vai ao trabalho de bicicleta



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo