ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

Políticos 'ficha suja' lideram páreo na PB, diz pesquisa

13 de março de 2010 | 10h 33
AE - Agencia Estado

A disputa das vagas de senador pela Paraíba é liderada por dois políticos considerados "ficha-suja": o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) e seu aliado, o senador Efraim Morais (DEM). Segundo pesquisa de intenção de voto contratada pelo jornal Correio da Paraíba ao Instituto Consult, do Rio Grande do Norte, Cunha Lima tem 38,7%, das intenções de voto para senador, seguido de Efraim Morais, com 17,45%. A pesquisa foi divulgada na quinta-feira. Em terceiro lugar, está o prefeito de Campina Grande (a segunda maior cidade do Estado), Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), com 11,80%.

Cunha Lima foi cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Paraíba em julho de 2007 e teve a cassação confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em fevereiro de 2009 por corrupção eleitoral. Ele foi acusado pelo Ministério Público Eleitoral de ter distribuído - em troca de votos - R$ 3,5 milhões em cheques de R$ 150 e R$ 200 para eleitores carentes em pleno ano eleitoral de 2006, por intermédio da Fundação de Ação Comunitária do governo da Paraíba.

Efraim esteve envolvido em vários escândalos como primeiro-secretário do Senado. Ele está sendo investigado no Supremo Tribunal Federal (STF) por desvio de recursos públicos e fraudes em licitações. A Procuradoria-Geral da República aponta indícios de que Efraim teria repassado dinheiro do Senado para empresas de comunicação da Paraíba, sem licitação, para receber em troca a publicação de notícias favoráveis a ele, inclusive sobre sua vida social.

Governo

Para a sucessão estadual, o Consult aponta o favoritismo do governador José Maranhão, que é candidato à reeleição pelo PMDB. Ele tem 40,1% das intenções de voto, seguido do prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), com 32,6%. O senador e ex-prefeito da capital Cícero Lucena Filho (PSDB) está em terceiro lugar, com 8,7% das intenções de voto dos paraibanos. Lucena é acusado de ter desviado recursos da Prefeitura de João Pessoa e chegou a ser preso pela Polícia Federal (PF) na chamada Operação Confraria, em julho de 2005.

A pesquisa Consult foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o nº 4713/2010, no dia 2 de março, e no TRE sob o nº 5801/2010, no dia 4. O levantamento foi realizado no período de 25 a 28 de fevereiro de 2010. O Instituto Consult ouviu 2 mil eleitores. A margem de erro da pesquisa é de 2,1 pontos porcentuais para mais ou para menos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

"Relatório foi omisso", admite Gabrielli

  • "Relatório foi omisso", admite Gabrielli
  • Pré-candidato do PV vai ao trabalho de bicicleta
  • Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo