ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

ELEIÇÕES 2012 - Testeira curta

Preciso continuar trabalhando, diz Cabral após pesquisa

02 de dezembro de 2013 | 15h 05
MARCELO GOMES - Agência Estado

O governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), disse nesta segunda-feira, 02, que precisa "respeitar pesquisa" e "continuar trabalhando" ao comentar levantamento que registrou seu recorde de impopularidade desde que assumiu o Executivo estadual, em janeiro de 2007.

"Quem está no governo está sempre sendo avaliado. Isso faz parte do processo democrático. Temos que respeitar a pesquisa, continuar trabalhando e realizando conquistas para a população", afirmou o governador, depois de participar da cerimônia de inauguração da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro Camarista Méier, no bairro do Méier, zona norte do Rio.

Pesquisa Datafolha publicada nesta segunda-feira pela "Folha de S.Paulo" mostrou que apenas 20% dos eleitores consideram o governo Cabral ótimo ou bom - o que representa queda de 5% frente ao último levantamento, realizado logo após o início da onda de protestos em junho, da qual Cabral foi o principal alvo no Rio. Ainda segundo a pesquisa, realizada nos dias 28 e 29 de novembro, 39% dos entrevistados consideram o governo regular, e 38%, ruim ou péssimo. Foram ouvidos 1.145 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Cabral também minimizou o resultado da pesquisa de intenção de voto para sua sucessão, que mostra o atual vice, Luiz Fernando Pezão (PMDB), em quinto lugar, com 5%. Ele lembrou que o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), e o ex-deputado Fernando Gabeira (PV) tinham menos de 10% de intenção de votos a poucos meses da eleição municipal de 2008, e mesmo assim os dois foram para o segundo turno. "Está muito longe das eleições. Quem quer trazer o assunto eleitoral para essa época é quem não está no governo. Nós temos que governar".

O governador disse ainda "não ter dúvidas" de que Pezão vai subir nas pesquisas. "É cedo para fazer análise de pesquisa. O importante é continuar governando. Tenho convicção que meu partido apresenta à sociedade o melhor nome. Pezão tem credenciais, qualidades, que o fazem o melhor nome. As pessoas só passam a olhar o processo eleitoral em junho, julho do ano que vem. Até lá é muita especulação".



Tópicos: Eleição, Cabral, Senado

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Deputado tem mandato suspenso

  • Deputado tem mandato suspenso
  • "Relatório foi omisso", admite Gabrielli
  • Pré-candidato do PV vai ao trabalho de bicicleta



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo