ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

Presos 5 acusados de desvio de R$ 100 mi em licitações

14 de janeiro de 2014 | 21h 09
FAUSTO MACEDO E MATEUS COUTINHO - Agência Estado

Operação deflagrada nesta terça-feira, 14, pelo Ministério Público de São Paulo em conjunto com as Polícias Militar e Civil levou ao cumprimento de 27 mandados de busca e apreensão e à prisão de 5 suspeitos de participar de uma organização criminosa que teria desviado mais de R$ 100 milhões em licitações fraudadas nos últimos dois anos.

Conforme divulgou o MP, o grupo formado por empresários do ramo de fabricação de embalagens plásticas é acusado de atuar em nove municípios no Estado de São Paulo, incluindo a capital, além dos Estados de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná. Batizada de "Colludium", a operação foi organizada pelos núcleos de Bauru e da capital paulista do GAECO - grupo de atuação especial do MP contra o crime organizado - e envolveu 9 promotores de Justiça e ao menos 100 policiais militares e civis.

Dentre os presos estão fabricantes de sacos para lixo hospitalar e para lixo comum, acusados de fraude em licitações, formação de quadrilha, formação de cartel e corrupção. Segundo o Ministério Público, o grupo investigado dominava as licitações "comprando" a desistência de participantes, revezando-se nas "vitórias" dos certames e superfaturando os valores dos produtos.

Muitas vezes o grupo ainda contava com a ajuda criminosa de funcionários públicos do interior dos órgãos responsáveis pelas licitações, sendo que nem todos cobravam propina para colaborar. Com a ajuda de funcionários públicos o grupo também elaborava editais direcionados. As estimativas do Ministério Público apontam que, nos últimos dois anos, o grupo recebeu valores das Prefeituras, do Estado, de faculdades, hospitais e outras entidades públicas que ultrapassam R$ 100 milhões.

Segundo o MP, foram apreendidos nesta terça documentos que comprovam as fraudes, além de computadores e outras mídias que podem conter mais informações sobre o grupo. A operação foi desencadeada nas cidades de Bauru, São Paulo, Jaú, Marília, Lucélia, Indaiatuba, Carapicuíba, Taboão da Serra e Oscar Bressane.




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio

  • Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio
  • Pasadena não foi um bom negócio, diz Graça Foster
  • Candidatos de oposição escolhem São Paulo para sediar campanha



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo