PSDB contrata empresa para atualizar dados de filiados em São Paulo

'Estado' revelou que havia pessoas que sequer sabiam estar filiadas ao partido; presidente municipal assume desatualização

Daniel Bramatti, O Estado de S.Paulo

05 Fevereiro 2012 | 19h08

SÃO PAULO - Inconsistências em sua lista de filiados levaram o PSDB de São Paulo a contratar uma empresa de telemarketing para atualizar os dados dos tucanos que, em março, escolherão o candidato a prefeito do partido. "Precisamos melhorar a qualidade do nosso cadastro", afirmou o presidente municipal do PSDB, Julio Semeghini. "Há pessoas com dados desatualizados, principalmente o endereço."

No final de janeiro, reportagem do Estado revelou a existência de tucanos que nem sequer sabiam que estavam filiados ao partido. Alguns apontaram cadastros em um programa social do governo estadual - o Vivaleite - como explicação para sua conexão com a legenda.

Até o momento, a busca do PSDB por seus filiados já chegou a cerca de 8.500 pessoas, de uma relação que supera os 21 mil nomes. Semeghini negou que o levantamento possa levar a uma mudança na lista de tucanos aptos a votar nas prévias do partido.

"Não seria possível fazer isso sem um novo recadastramento", afirmou. Em 2009, um recadastramento reduziu o número de filiados na capital, então próximos dos 40 mil, para algo em torno da metade.

Mais conteúdo sobre:
PSDB telemarketing filiados Prefeitura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.