ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

PT do Rio lança Lindemberg como candidato ao governo

18 de janeiro de 2014 | 15h 12
DANIELA AMORIM - Agência Estado

O diretório regional do PT aprovou oficialmente neste sábado, 18, o senador Lindbergh Farias (PT/RJ) como candidato ao governo do Rio de Janeiro. Com o lançamento da candidatura própria no Estado, a direção regional do partido determinou que deixará o governo de Sérgio Cabral Filho(PMDB) em 28 de fevereiro.

"A resolução que foi votada é que a partir de 28 de fevereiro se encerra a nossa participação no governo Cabral. A partir do 1º de março não haverá nenhum petista participando do governo Cabral", disse o presidente do Diretório Estadual do PT, Washington Quaquá.

A homologação da pré-candidatura de Lindbergh será feita em um encontro estadual, marcado para o dia 22 de fevereiro. No dia seguinte, o PT convocará um ato no Centro do Rio para o lançamento oficial da candidatura.

"No dia 23, vamos fazer a apresentação do nosso candidato em uma atividade que pretende reunir cerca de 10 mil pessoas no Centro do Rio, dando largada para a campanha", afirmou Quaquá. "Nunca fomos chamados, o PT, a discutir as grandes políticas do governo Cabral.

Fizemos parte (do governo) por conta de uma aliança nacional, fizemos parte em setores do governo onde demos nossa contribuição. Nunca fomos chamados a discutir a política geral", criticou. O presidente do PT do Rio estima que o PT participe do governo do PMDB no Estado com cerca de 600 a 700 cargos.

Segundo o presidente nacional do partido, o deputado estadual Rui Falcão (PT/SP), a saída do PT do governo no Estado não afeta em nada a aliança no âmbito nacional. Ele tentou tirar da decisão do PT do Rio o caráter de conflito com os peemedebistas.

"Não estamos rompendo com o PMDB, estamos, como em outros Estados em que o PMDB tomou a iniciativa, apresentando uma candidatura própria. Como em São Paulo, como em outros lugares onde há candidato do PMDB e do PT", disse.

Segundo Falcão, a reunião que oficializará a candidatura de Lindbergh será a primeira entre os diretórios regionais. "Vamos (fazer reuniões) de fim de fevereiro até abril. Até lá o pessoal do Maranhão vai se posicionar. Nós vamos acompanhar", declarou. Quanto à candidatura de Lindbergh no Rio, Falcão contou que é hora de definir as diretrizes do programa de governo e dialogar com os aliados e movimentos sociais e populares.

Lindbergh disse que o clima de embate com o ex-aliado PMDB dependerá da reação do partido. "Vamos tentar manter uma relação amistosa, mas vai depender muito do PMDB. O PMDB aqui do Rio reiteradas vezes age de forma truculenta", disparou.

Demora

A decisão de ontem encerrou um longo processo de discussão. Desde o segundo semestre de 2014 o PT do Rio tentava marcar uma data para deixar o governo Cabral, sem sucesso devido a pressões do PT nacional e pedidos de adiamento feitos pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com isso, o PT sairá da administração cerca de um mês antes da renúncia do próprio Cabral, que deve deixar o Palácio Guanabara no fim de março, possivelmente para concorrer ao Senado.





Tópicos: Lindbergh, Lançamento

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Deputado tem mandato suspenso

  • Deputado tem mandato suspenso
  • "Relatório foi omisso", admite Gabrielli
  • Pré-candidato do PV vai ao trabalho de bicicleta



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo