ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

Renan entrega diploma simbólico de Presidente da República a filho de Jango

Cerimônia conta com a presença de Dilma Rousseff e comandantes das Três Forças Armadas

18 de dezembro de 2013 | 17h 13
Ricardo Brito e Daiene Cardoso - Agência Estado

Brasília - João Vicente Goulart, um dos filhos do ex-presidente João Goulart, recebeu na tarde desta quarta-feira, 18, das mãos do presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), um diploma de restituição simbólica do mandato do ex-chefe de Estado brasileiro, deposto em golpe militar no dia 1º de abril de 1964. O Congresso realiza uma solenidade de anulação da decisão que retirou Jango, como o ex-presidente era conhecido, do poder.

Congresso realiza sessão simbólica para devolver mandato de presidente deposto pela ditadura - Divulgação/ Câmara dos Deputados
Divulgação/ Câmara dos Deputados
Congresso realiza sessão simbólica para devolver mandato de presidente deposto pela ditadura

A cerimônia estava prevista para ser realizada na semana passada, mas foi adiada devido às chuvas no Rio de Janeiro, que impediu os familiares de Jango de chegarem até Brasília.A presidente Dilma Rousseff e ministros do governo participam da solenidade. No início da sessão, o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), pediu um minuto de silêncio aos presentes em razão da morte, esta manhã, do senador João Ribeiro (PR-TO), que estava internado desde 16 de novembro para o tratamento de um tipo raro de leucemia.

João Vicente recebeu um caloroso abraço da presidente Dilma Rousseff, que no mês passado recepcionou os restos mortais do ex-presidente em Brasília com honras de Estado. Na cerimônia, participam integrantes do primeiro escalão. Entre as presenças, estão o ministro da Defesa, Celso Amorim, e os comandantes das Três Forças Armadas.

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) disse crer que poucos brasileiros tenham amado tanto o Brasil como Goulart e sofrido tanto fora do País. "João Goulart foi o único presidente a morrer fora do País sem ter as honras de Estado".

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), afirmou que o Congresso equivocou-se ao cassar o mandato do presidente deposto. "Equivocou-se a maioria do Congresso Nacional a cassar o mandato do presidente João Goulart? É claro que sim", criticou.

A cantora Fafá de Belém cantou o Hino Nacional e, no momento, o filho de Goulart faz um pronunciamento no plenário do Senado.






Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio

  • Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio
  • Pasadena não foi um bom negócio, diz Graça Foster
  • Candidatos de oposição escolhem São Paulo para sediar campanha



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo