ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

Mensalao

Rui Falcão critica 'prejulgamento' do Supremo no caso das doações

Sem citar nomes, mas num recado velado a Gilmar Mendes, o presidente do PT disse que membros da mais alta corte criam terrorismo de Estado ao suspeitar e agredir gratuitamente

14 de fevereiro de 2014 | 22h 27
Marcelo Portela - O Estado de S. Paulo

Belo Horizonte - Sem citar nomes, o presidente nacional do PT, deputado estadual Rui Falcão (SP), atacou na noite desta sexta-feira, 14, o Supremo Tribunal Federal (STF) durante discurso em evento de comemoração pelos 34 anos do PT, realizado na noite desta sexta-feira, 14, em Belo Horizonte, que contou com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo ele, "membros da mais alta corte" ao fazer insultos e "prejulgando", criam um "terrorismo de Estado".

O recado foi dirigido ao ministro Gilmar Mendes, que enviou carta ao senador Eduardo Suplicy (PT-SP) criticando as campanhas de arrecadação de dinheiro pela internet para petistas condenados pelo mensalão pagarem as multas impostas pela Justiça.

"Somos obrigados agora a assistir ao absurdo de ver membros da mais alta corte do País que prejulgam insultando como fizeram agora um deles com o PT e com o senador Suplicy. Suspeitam caluniando e agridem com uma gratuidade tão espantosa, que parece que estamos vivendo em outro país e não no Brasil", disse Falcão.

O presidente petista entrou com interpelação judicial contra Gilmar Mendes pedindo esclarecimentos sobre as declarações do ministro de que a arrecadação de dinheiro para os petistas condenados pelo STF poderiam ser um "fenômeno de lavagem de dinheiro".

"Uma corte não é um partido político, não é uma torcida organizada. Se ela começa a se transformar nisso, pode vir até a se instalar no Brasil um outro tipo de terrorismo, o terrorismo de Estado", disparou.

E, mais uma vez sem citar nomes, fez duras críticas ao uso da internet para atacar o PT. "Estão fazendo uso da internet e de redes sociais para desencadear uma grande campanha de baixarias contra nosso governo e nosso candidato. Fica aqui o alerta: o PT não nasceu para apanhar calado. Não vamos virar saco de pancada de uma legião de derrotados", concluiu.






Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio

  • Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio
  • Pasadena não foi um bom negócio, diz Graça Foster
  • Candidatos de oposição escolhem São Paulo para sediar campanha



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo