ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

São Paulo decidirá eleição, diz Aécio

Provável candidato do PSDB à Presidência faz visitas ao interior do Estado e busca unir partido para contar com toda a estrutura em 2014

30 de novembro de 2013 | 19h 24
Chico Siqueira - Estecial para o Estado

BAURU - Presidente nacional do PSDB, o senador mineiro Aécio Neves utilizou neste sábado, 30, um evento em Bauru, para distribuir elogios aos seus colegas tucanos de São Paulo e dizer que o Estado será determinante para sua campanha presidencial em 2014. "São Paulo decidirá a eleição", afirmou o mineiro ao ser questionado sobre suas viagens ao interior paulista.

"Eu não tenho dúvidas sobre isso e não tenho nenhum constrangimento de dizer ao contrário. Nós daremos uma prioridade absoluta a São Paulo, pelo êxito e pela excelência das administrações do PSDB em São Paulo, em especial agora do governador Geraldo Alckmin", afirmou Aécio.

Desde quando passou a sinalizar claramente que estava disposto a disputar o Palácio do Planalto, ainda no ano passado, o senador começou a investir em alianças internas no partido focando principalmente os paulistas. Aproximou-se do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e foi buscando apoio de outros líderes locais, como o presidente da sigla no Estado, deputado federal Duarte Nogueira.

O movimento de Aécio visa tentar quebrar eventuais resistências de dois dos principais líderes tucanos no Estado: o ex-governador José Serra e o atual governador Geraldo Alckmin.

Aécio é acusado por serristas de ter feito "corpo mole" em Minas Gerais quando o ex-governador paulista disputou a Presidência da República, nos anos de 2002 e 2010. Os aliados de Alckmin também citam o pouco esforço feito pelo mineiro na campanha presidencial de 2006, quando o hoje governador disputou o Planalto contra o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Alckmin vai concorrer à reeleição em 2014. Daí a importância dada por Aécio aos paulistas.

Estrutura. Segundo Aécio, a estrutura do partido em São Paulo, governado desde 1995 pelo PSDB, facilita a organização da campanha. "Nós temos um partido em São Paulo orgânico e estruturado, que tem ideias, que tem propostas. Isso me alegra muito, nossa agenda em São Paulo é intensa. Só aqui temos mais de 60 prefeitos", afirmou.

Aécio, que esteve esta semana em Barretos, Franca e Bauru, lembrou que tem encontros marcados com lideranças tucanas em Campinas, Sorocaba, São Jose dos Campos e Santos. "São encontros regionais em que ouvimos as lideranças do partido", disse o provável candidato tucano à Presidência.

Aécio foi questionado por um repórter sobre o fato de Serra ainda se manter na disputa pela vaga de candidato do partido ao Planalto. "Eu tenho um sentimento pessoal de que o PSDB vai estar unido, como nunca esteve e isso é essencial para nossa vitória. Serra é um quadro extraordinário da política brasileira e temos conversado com ele quase que diariamente e há um sentimento hoje que acima de qualquer divergência e eventual ponto de vista, está em nossa responsabilidade encerrar esse tipo de governo do PT. Para dissabor dos nossos adversários, o PSDB está unido na hora certa e essa hora está quase chegando", disse o senador.

Festa. A passagem do mineiro por Bauru foi marcada por uma grande festa do partido.

Os dirigentes regionais conseguiram reunir cerca de 500 pessoas para recepcionar o provável candidato ao Planalto em um evento numa faculdade.

Muitos dos presentes usavam camisetas nas quais se via o nome de Alckmin recomendando o nome de Aécio para a Presidência. Entre os que vestiam as camisetas estavam índios de algumas aldeias terenas e tupi-guarani da região. Um deles presenteou Aécio com arco e flecha.

 



Tópicos: Aécio, Presidência

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Pasadena não foi um bom negócio, diz Graça Foster

  • Pasadena não foi um bom negócio, diz Graça Foster
  • Candidatos de oposição escolhem São Paulo para sediar campanha
  • Peemedebista lança pré-candidatura em cima de um tanque de guerra



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo